FACEBOOK
CONTATO
FEED
YOUTUBE
TWITTER
LINKEDIN
EnglishFrenchGermanSpainItalianRussian

Deuses Obscuros / “Dark Gods” (O.N.A.)

Print Friendly and PDF


Retirado de “NAOS - A Practical Guide to Modern Magick
Traduzido por Alektryon Christophoros

NOCTULIUS: Divindade da noite. Útil em trabalhos de encantamento. Preso à terra.
Nota musical para cântico: Sol menor.
Perfume: petriochor(1).

NYTHRA: Vórtice de energia no Abismo – sem nome em si próprio mas representado pela vibração da palavra. Trabalhos de terror e destruição sinistra.

SHUGARA: Uma das mais horríveis intrusões possíveis no nível causal e muito perigosa.
Nota musical: Sol maior para o cântico de invocação.
As manifestações são habitualmente acompanhadas por um cheiro semelhante ao de carne podre.

AOSOTH: Força negra feminina. Trabalhos de paixão e morte.
O nome deve ser vibrado.

AZANIGIN: Mãe de todos os demônios que aguardam dentro da Terra.
Nota musical: Si menor.
Muito útil para invocar em trabalhos de destruição pessoal.

SHAITAN: Há muito considerado um representante dos Deuses Obscuros preso à terra.
Perfume/incenso: enxofre.
Nome a ser vibrado.
Pedra: opala.

NEKALAH: Nome coletivo para uma raça de Deuses Obscuros.
Nome a ser vibrado de maneira similar à de Atazoth.

GA WATH AM: A vibração deste nome liberta energias poderosas. Uma chave (quando usada juntamente com um tetraedro de cristal) para todas as forças negras do Abismo. Não deve ser vibrado sem uma cuidadosa preparação. De acordo com a tradição, as palavras significam ‘o poder dentro de mim é grande’, uma referência aos caminhos internos que conduzem aos Deuses Obscuros.

BINAN ATH: Como acima. Diz-se que significa ‘Observa o Fogo!’.

LIDAGON: Representante simbólico da união dos dois opostos sexuais (Darkat e Dagon) nos seus aspectos mais obscuros.

ABATU: Uma forma presa à terra de energia destrutiva/negativa. Associado a ritos de sacrifício.
Nota musical: Fá sustenido maior para cântico.

KARU SAMSU: Palavra de poder associada ao 12º caminho – a ser
cantada na nota
Lá bemol maior. De acordo com a tradição, significa ‘Eu invoco o Sol’.

NEMICU: Portador de sabedoria. A ser vibrado.

MACTORON: Palavra de poder do 14º caminho – cantada na nota de Lá menor. A lenda lembra Mactoron como representando o nome de um dos lares planetários dos Deuses Obscuros, depois famoso como um Portal Estelar primordial.

ATAZOTH: O mais poderoso dos Deuses Obscuros. O nome em si próprio (que corretamente descreve a entidade apenas quando cantado de forma adequada) significa num sentido o propósito dos ciclos cósmicos e a abertura dos portões, uma vez que ‘Atazoth’ como palavra significa ‘um aumento de azoth’.

DAVCINA: Forma feminina correspondente ao 19º caminho. A ser vibrado. Útil em trabalhos de encantamento.

ATHUSHIR: Forma simbólica correspondente ao 16º caminho. Serpente de fogo (‘dragão’), frequentemente considerada uma memória de um dos Deuses Obscuros durante a sua prévia (e apenas parcialmente bem sucedida) intrusão no nosso universo causal.

KTHUNAE: Palavra de poder (Kthunae) a ser vibrada para invocar esta entidade.

BUDSTURGA: Uma entidade azul, etérica, relacionada com o 13º caminho. A Tradição conta que Budsturga é um Deus Obscuro, de aspecto feminino, preso no vórtice entre os espaços causal e acausal. Num sentido representa a sabedoria oculta – mas geralmente perigosa para a sanidade mental. Manifesta-se parcialmente quando ‘Nemicu’ for vibrado.

GAUBNI: Relacionado com o 2º caminho. Frequentemente chamado o Grande Demônio – repugnante em cheiro e aparência. Pode-se manifestar quando ‘Nythra’ for vibrado.

SAPANUR: Forma associada ao 11º caminho. O fogo repentino da destruição. Um atavismo primário de origem humana – não relacionado com os Deuses Obscuros.

DARKAT: Deusa, associada a aspectos lunares. O nome é tradicionalmente considerado como pré-Sumério e como sendo a origem do mito de Lilitu/Lilith – a contraparte feminina de Dagon, lembrado como um dos Deuses Obscuros desde a sua última manifestação na Terra. Associada aos caminhos 10 e 8.


(1)
Petriochor é um incenso elaborado a partir de terra, misturada com outras fragrâncias.

4 Comentários:

Elton Sipião disse... 10 de novembro de 2013 22:36

Belo texto,bem instrutivo!!!

Elton Sipião disse... 10 de novembro de 2013 22:45

por textos como esse que o Submundo se constitui em um web/ blog interessantíssimo para quem deseja se informar bem.

Elton Sipião disse... 10 de novembro de 2013 23:08

Gostei muito.

Elton Sipião O Anjo das Letras disse... 10 de novembro de 2013 23:24

Viva o Submundo!!!