FACEBOOK
CONTATO
FEED
YOUTUBE
TWITTER
LINKEDIN
EnglishFrenchGermanSpainItalianRussian

Pa Kua do Lotus Negro ( Dharmagupta)

Print Friendly and PDF



A Ordem do Lotus Negro (O.L.N) utiliza o Pa Kua ou “Roda da Vida do Feng Shui”, para orientar suas práticas mágico-esotéricas.  O Pa Kua (ou Ba Gua) é um diagrama  octagonal  formado por Oito Trigramas do I-Ching. O Pa Kua é, na verdade, um mapa que representa como a nossa energia se irradia no ambiente e como a  energia do ambiente afeta a qualidade de nossas vidas.

Trigramas são símbolos antigos, cuja origem remonta ao Livro das Mutações I-Ching - um dos sistemas mais antigos do mundo de adivinhação e interpretação de energia. Na cultura tradicional chinesa, trigramas foram/são usados na medicina, artes marciais, filosofia e religião. No Feng Shui, o sagrado octógono Pa Kua é usado para entender as energias inerentes a casa de alguém, apartamento ou escritório.

Na Ordo Lotus Nigra (O.L.N) utilizamos o Pa Kua como um símbolo mágico para a mente se focar e controlar e dirigir o fluxo de Chi, a energia vital da natureza, para trazer saúde, prosperidade e desenvolvimento espiritual. Isso acontece porque os Oito Trigramas são uma visão geral e uma simplificação de todas as maneiras básicas com que o universo se manifesta em nossa experiência.

No centro dos Oito Trigramas (mutações) notamos o símbolo do Tai Chi, o duplo princípio Yin (o princípio passivo, feminino) e Yang (o princípio ativo, masculino) que combinam entre si na Natureza para produzir todos os fenômenos existentes.

Os Oito Trigramas e a posição do Tai Chi no centro representam, em linguagem simbólica, as possibilidades da criação, as forças que controlam a vida, a maneira como as coisas funcionam e seu caráter essencial. Podemos  mudar (magia) para melhor as diversas áreas de nossa vida  (amor, família, trabalho, ancestralidade etc) de forma consciente através do uso mágico do Pa Kua.



Pa Kua Mágico

Na O.L.N as práticas esotéricas com o Pa Kua visam transformar nosso corpo em um Talismã Vivo que atrai e irradia energia. Afinal o corpo é a casa real que nosso Espírito habita e se desejarmos fazer mudanças profundas para uma vida melhor temos que aumentar o fluxo de Feng Shui ou "Chi" (energia vital da natureza) que circula ao longo de nosso corpo.

A mente move a energia e a energia move o corpo. Em nosso corpo, o Chi é considerado como o verdadeiro eu, ou força vital, que move o corpo, a fala e a mente.

Quando você dirige sua atenção de maneira consciente, você se tornará cada vez mais independente de forças externas e tudo será diferente na sua experiência do Tai Chi e do Chi. Essa mudança é o resultado de uma atenção adequadamente dirigida. 

Templo de Salomão

A imagem do diagrama do Pa Kua da Ordo Lotus Nigra (O.L.N) está ladeado pelos deuses egípcios Seth e Hórus que representam a Alma da Escuridão e a Alma da Luz respectivamente. Seth e Horus eram adorados juntos nas primeiras dinastias, e suas naturezas gêmeas eram por vezes representadas numa divindade de duas cabeças.

Essa é a dupla corrente Seth-Hórus, ou Pilares de Seth e Hórus, a Alma da Escuridão e a Alma da Luz. Em sua origem egípcia o deus Seth simboliza o Corpo Lunar ou Sol no Oeste, aquele que jaz no Amenti (a morada do deus Amen, ou Amon, ou o “Oculto") e Hórus representa a Luz Solar ou Presença Eu Sou, a Presença Divina na alma humana. O deus Seth é também visto como a sombra (duplo) de Hórus, o Corpo Astral no Homem. Na Teurgia Egípcia os dois unidos representavam a fórmula de unificação de Ka e Ba (Nephesh e Ruach) o que venceria a morte tornando a pessoa imortal, o que nós interpretamos como sendo um iluminado. Muito tempo depois esses mistérios deram origem ao conceito dos “Pilares do Templo de Salomão” (ou Sol-Amon).

 *Amenti (egípcio): Esotérica e literalmente, a morada do deus Amen, ou Amon, ou o segredo de Deus, "escondido". Exotericamente, o reino de Osíris dividido em catorze partes, cada uma das quais estava destinado a qualquer fim relacionado com a vida futura do falecido. Entre outras coisas, em uma dessas divisões foi a Câmara de Julgamento. Foi a "Terra do Oeste", a "Mansão dos Segredos", a "Terra Escura" e "Casa sem porta". Mas foi também Kerneter, a "morada dos deuses" e da "terra dos espíritos ou sombras", como os Hades dos gregos (qv). Foi também a "Casa de Deus Pai" (em que há "muitas moradas").


0 Comentários: