FACEBOOK
CONTATO
FEED
YOUTUBE
TWITTER
LINKEDIN
EnglishFrenchGermanSpainItalianRussian

Comentários sobre o texto "Exorcismos Funcionam?" de Frater Goya.

Print Friendly and PDF


"Exorcismos Funcionam?" de Frater Goya. Disponível em: <cih.org.br/cih_new/?p=1167>.

A possessão começa pelo orgulho de se pensar digno dela.” (Françoise Mallet-Joris apud Frater Goya, 2014)

Por Frater Ursae Majoris.

Esse texto escrito pelo Frater Goya delibera sobre a natureza, a função e a mecânica do exorcismo e principalmente sobre a sua aplicabilidade como método, principalmente o método cristão que resumem-se a dois tipos, aquele que provem da Igreja Católica Apostólica Romana (ICAR) e a gritaria hipnótica autossugestiva das Igrejas Neo-Pentecostais. Frater Goya nos relembra que o cristianismo é um "amontoado de cultos pagão desconexos", uma adaptação apenas, reitera-se que o cristianismo existe a meros 2000 anos, e, por isso, contesta-se como um sistema tão novo daria conta de entidades e forças tão ou mais antigas que a própria egrégora cristã? Foi justamente essa questão temporal que me fez refletir.


Em uma situação hipotética, se formos pessimistas ao ponto de determinar uma média de vida de 60 anos para todos e considerarmos que todos tem filhos aos 30 então 3 gerações são o suficiente para vivenciar uma centena de anos. Exemplo:

Ano 0: nascem 8 pessoas, 4 homens e 4 mulheres

Ano 30: os 4 homens se casam com as 4 mulheres e tem 1 filho cada e a população mantem-se em 8+4=12 pessoas.

Ano 60: os 8 primordiais falecem aos 60 anos, casam-se os 4 da segunda geração, agora com 30 anos cada (2 homens e 2 mulheres) se casam e os casais tem um filho cada.

Ano 60: a população mantem-se agora com 4+2=6

Ano 90: falecem os 4 da segunda geração e o casal figurativo da terceira geração se casa e vive por mais 30 anos, ou seja 120 anos.

Se dividirmos 120 por 2000 iremos obter 16.6666666667, ou melhor, arredondando para 16 conjuntos de 3 gerações, ou seja, 48 gerações.

Cada geração é um múltiplo de 2, você é a primeira, seus dois pais a segunda, seus 4 avós a terceira, seus 8 bisavós a quarta, seus 16 trisavós a quinta etc. Se eu ainda me lembro das minhas aulas de matemática isso quer dizer 1.2.2.2.2.2.2.2.2.2.2.2.2.2(...) Até o quadragésimo sétimo "2", pois o valor "1" representa a primeira geração, ou seja "2^47=X". Se os meus cálculos estiverem corretos são aproximadamente 140.737.488.355.328 (cento e quarenta trilhões, setecentos e trinta e sete bilhões, quatrocentos e oitenta e oito milhões, trezentos e cinquenta e cinco mil, trezentos e vinte oito) a quantidade de antepassados que nós todos temos na quadragésima oitava geração quando no nascimento de Jesus aproximadamente.

Vale lembrar que o número total da população do planeta atingiu 7 bilhões (português brasileiro) ou 7 mil milhões (português europeu) de pessoas em 31 de outubro de 2011. De acordo com projeções populacionais, este valor continua a crescer a um ritmo sem precedentes antes do século XX. Como é que poderíamos ter três trilhões de parentes na 48ª geração? Só com muito incesto e guerras, dessa forma, todos somos parentes de uma forma e a nossa natureza está no ódio.

Apesar da quantidade real ou não de pessoas envolvidas no processo de formação da atual Era de Peixes, 2000 anos ainda é muito pouco em questão de tempo para consolidar uma fé frente as mais variadas tradições como é o caso do cristianismo e demais monoteísmos. Sei que o Judaísmo não começou em 2000 e nem o Islamismo e nem mesmo o cristianismo tal como o conhecemos começou a exatos 2000 anos atrás, mas vamos apenas supor essa data como o princípio da Era de Peixes simbolizado pelo nascimento de Jesus (que não foi no ano 0).

Toda a cultura ocidental respira cristianismo, mas o ar das antigas tradições ainda respira forte por entre os dedos da restrição, do dogma e do fundamentalismo e talvez todos os cento e quarenta trilhões, setecentos e trinta e sete bilhões, quatrocentos e oitenta e oito milhões, trezentos e cinquenta e cinco mil, trezentos e vinte nove membros da nossa família também tenham sentido e visto o mesmo. "O Cristo" a tentar consolidar-se como divindade magnânima desta Era.

"O cristianismo capitaneado pela Igreja Católica Apostólica Romana [ICAR], é um arremedo de paganismo, sendo costurado de inúmeras tradições anteriores, e nem sempre concordantes."

"Há uma diferença entre o Jesus e o “Cristo”. Jesus foi uma pessoa, a quem a ICAR atribuiu uma Igreja. Mas até onde os registros nos permitem, ele foi apenas mais um Rabi. Já “Cristo”, é um estado do ser. Que no molde oriental recebe a denominação de Avatar, ou mesmo estado Búdico. Lembrando que não há apenas “um” Buda, mas vários Budas, sendo que o mais conhecido é Sidarta Gautama. Este é um dos motivos de Crowley, ter a encrenca dele com o Cristianismo. A briga de fato não era com o estado crístico, que Crowley também defende, mas com a imposição de Jesus como “O Cristo”, “Ninguém vai ao Pai a não ser por mim” – já que uma vez atingido o estado Crístico, todos podemos chegar ao Pai em via direta(...). Note-se que eles não são contra Cristo, mas discordam que Jesus seja “O Cristo”.

Frater Goya - Exorcismos Funcionam?. Disponível em: <cih.org.br/cih_new/?p=1167>. acesso em 12/01/2016

O homem moderno construiu sua imagem científica do mundo sobre as ruínas do pensamento mágico e animístico, provocando assim uma secreta simpatia pelas forças primitivas, que continuam a agir nele. Ele luta duramente contra o ressurgimento, na sua experiência cotidiana, do que foi reprimido. O que mais teme é que os ídolos monstruosos de uma época soterrada possam retomar o lugar que haviam ocupado”. (Ehrewald apud Frater Goya, 2014)

"A verdadeira busca do homem é encontrar -se com Deus. Mas na sua longa jornada de volta ao Paraíso, muitas serão as dificuldades. Onde, como e quando chegar, ainda é uma pergunta para a qual não temos resposta."

Frater Goya - Exorcismos Funcionam?. Disponível em: <cih.org.br/cih_new/?p=1167>. acesso em 12/01/2016

Na verdade, não importam quantos ou quais são os seus Cristos, Avatares e Buddhas, mas se eles o elevam a um caminho de evolução, o seu método é válido, mas não se deve subjugar a experiência do antigo pela disposição e habilidades do mais novo. Os deuses antigos vivem e nos tomam de conta, mesmo os abitantes do princípio amorfos, incógnitos e inomináveis por nós.


Com os mais sinceros votos de Paz Profunda.

Frater Ursae Majoris.

Vi: Sol 22º 6' Capricórnio: Lua 28º 35' Aquário, Dia: Marte. Hora: Saturno. Lua Nova. 12/01/2016 E.'. V.'.

0 Comentários: