FACEBOOK
CONTATO
FEED
YOUTUBE
TWITTER
LINKEDIN
EnglishFrenchGermanSpainItalianRussian

O Simbologismo dentro da Ordem DeMolay

Print Friendly and PDF


A Ordem DeMolay, assim como muitas outras coisas que estão sempre presentes em nossa vida, é cheia de simbolismos. Símbolo nada mais é que tudo aquilo que, por um princípio de analogia, representa ou substitui alguma coisa: "A balança é o símbolo da justiça", "O Sol é o símbolo da vida". Todo símbolo tem um significado, sem o que ele não poderia representar coisa alguma. Simbolizando as sete virtudes cardeais de um DeMolay, a Ordem DeMolay utiliza sete velas. A Bíblia Sagrada simboliza a fé e a liberdade religiosa; a Bandeira Nacional reforça o sentido do patriotismo e a lembra da necessidade da liberdade civil; e os Livros Escolares recordam da importância das Escolas e do estudo na vida de um jovem, simbolizando também a liberdade intelectual. Esses são apenas alguns dos símbolos da Ordem DeMolay e seus significados. Conheça os significados de outros dois símbolos importantíssimos para a Ordem DeMolay: a Bandeira DeMolay e o Brasão DeMolay.


A Bandeira da Ordem DeMolay:

O campo branco na bandeira DeMolay simboliza pureza e limpeza de pensamento, palavra e ação. Ela lembra ao DeMolay das palavras do salmista que escreveu:
"Crie em mim um coração limpo, oh Deus."
As três listras divergentes vermelhas, as quais trespassam o campo branco, representam as colunas básicas e a fundação da Ordem DeMolay. Esses são: Amor a Deus, Amor à Família e Amor ao País.
Elas divergem através do branco para simbolizar que essas colunas devem se espalhar durante a vida do indivíduo. As listras convergem num campo vermelho o qual tem a forma de um quadrado oblongo, ou retângulo, o que simboliza a união do DeMolay com a Maçonaria. O vermelho é emblemático da coragem, e relembra ao DeMolay dos muitos sacrifícios que a juventude de nossa nação tem feito para defender as liberdades que nós gozamos como cidadãos.
O emblema oficial DeMolay está centrado em volta de uma coroa o que é simbólico da Coroa da Juventude e constantemente relembra um DeMolay de suas obrigações e os Sete Princípios de sua Ordem.
As dez pedras preciosas da coroa são em honra ao fundador Frank S. Land e os nove jovens cujos laços de amizade atraíram-nos na formação da Ordem DeMolay. Os rubis vermelhos honram o fundador e os nove originais que já morreram e a pérola representa o único dos nove ainda vivo. Quando, como acontece a todos, o último passar desta vida para outra, a pérola na coroa será trocada por um rubi.
O elmo é emblemático da cavalaria, sem a qual não pode haver fineza de caráter. A lua crescente é um sinal de segredo e constantemente relembra aos DeMolays de sua promessa de nunca revelar os segredos ou trair a confiança de um amigo.
A cruz branca de cinco braços simboliza a pureza de intenções do indivíduo para sempre lembrar o lema da Ordem, "Nenhum DeMolay deve falhar como cidadão, como líder ou como homem."
As espadas cruzadas denotam justiça, força e piedade. Elas simbolizam a incessante batalha de um DeMolay contra a arrogância, despotismo e intolerância.
As estrelas circundando a lua crescente são simbólicas de esperança e devem sempre lembrar um DeMolay daquelas obrigações e deveres os quais um Irmão sempre tem com um outro.


O Brasão DeMolay:


A Coroa simboliza a Coroa da Juventude, que nos lembra as sete Virtudes Cardeais de um DeMolay. É um símbolo de Realeza e Poder, que deve ser a mesma pertinente ao caráter de todo o jovem que souber compreender e trazer consigo o exemplo das virtudes enunciadas pela Ordem como cardeais, que só serão obtidas com o tempo e com experiências da vida.

Os Rubis, dez no total são simbólicas do Fundador Frank S. Land, e dos nove DeMolays originais - Louis G. Lower, o primeiro DeMolay; Ivan M. Bentley; Edmund Marshall; Gorman A. McBride; Jerome Jacobson; William W. Steinhilber; Elmer Dorsey; Clyde C. Stream e Dalph Sewell.

O Elmo é emblemático da nobreza, sem a qual não haveria o caráter.

A Lua Crescente é um sinal de segredo e serve para relembrar os DeMolays do seu dever de jamais revelar os segredos da Ordem ou trair a confiança de um amigo.

A Cruz Branca de Cinco Braços simboliza a pureza de intenções e o lema da Ordem:
"Nenhum DeMolay fracassa como cidadão, como um líder ou como um homem".

As Espadas Cruzadas denotam Justiça, Força e Cortesia. Elas simbolizam a incessante guerra do DeMolay contra a arrogância, despotismo e intolerância.

As Estrelas em torno do crescente são simbólicas da esperança e sempre nos relembra das obrigações que um Irmão da Ordem tem para com o outro.


Brasões anteriores da Ordem DeMolay:


1920-1931

1919-1920

1932-1948

Fonte: http://capjan.vilabol.uol.com.br/Textos/brasao.htm

1 Comentários:

Anônimo disse... 6 de setembro de 2011 10:31

Segundo as leis da Heráldica, o dito ''brasão'' da DeMolay, não pode ser nomeado desta forma. Ele é um ''Escudo''.

'.'