FACEBOOK
CONTATO
FEED
YOUTUBE
TWITTER
LINKEDIN
EnglishFrenchGermanSpainItalianRussian

O MONSTRO QUE DESAFIOU O MUNDO

Print Friendly and PDF



SINOPSE:
Um forte terremoto em Salton Sea na Califórnia, abre uma enorme fenda no fundo do mar, libertando criaturas famintas que hibernavam por milênios e agora começavam a se erguer e atacar os paraquedistas das Forças Armadas, que faziam operações na área reservada para testes atômicos.

O comandante Twillinger ao descobrir as mutações, convoca todo o setor estratégico da Marinha para encontrar o ninho das criaturas e destruí-las. Mas o lugar está repleto de canais e a possibilidade de escaparem, como também o fato de atacarem por terra, aumenta o perigo a cada segundo, enquanto vítimas ressecadas são encontradas sem sangue e água no corpo, além da ameaça da procriação dessa espécie, que poderia invadir pelo mar, todo o país.

COMENTÁRIOS:
Um clássico do sci-fi anos 50, gerado pela fobia dos testes atômicos, efeitos da radiação e a corrida armamentista das potências que obrigavam os americanos a construirem abrigos nucleares sob suas casas.

Foi uma época em que os filmes se utilizavam do gigantismo de insetos, animais marinhos, répteis e até humanos para apavorarem as platéias do cinema.

Foi um desfile de criaturas horrendas aumentadas em proporções enormes, onde surgiram, gafanhotos (BEGINNING OF THE END), aranhas (TARÂNTULA), louva-
deus (DEADLY MANTIS), formigas (THEM!), escorpiões (BLACK SCORPION), polvos (IT CAME FROM BENEATH THE SEA), lagartos (THE GIANT GILA MONSTER), ratos (THE KILLER SHREWS), entre outros e até seres humanos como THE AMAZING COLOSSAL MAN do Bert I. Gordon. É claro que a mulher também teve sua chance com ATTACK OF THE 50 FOOT WOMAN do Nathan Juran e o mestre Jack Arnold, inovou encolhendo o homem ao tamanho de um micróbio em THE INCREDIBLE SHRINKING MAN. O molusco de MONSTER THAT CHALLENGED THE WORLD, fez grande sucesso, numa produção caprichada de Arthur Gardner e Jules V. Levy, parceiros do diretor Arnold Laven... aliás os três começaram a carreira juntos ainda nos estúdios de Hal Roach, montado dentro de um comando do exército, durante a guerra, onde serviam lá, Ronald Reagan, Clark Gable e William Holden, entre outros. Foi dali que firmaram a idéia de criarem sua própria produtora, tão logo tivessem baixa do exército, estreando o filme "Without Warning" em 51. Os 3 sempre trabalhavam juntos, Levy e Gardner produziam e Laven dirigia, várias séries para TV.

"THE MONSTER THAT...", contou com um bom time de profissionais na equipe técnica, destacando, Augie Lohman, que trabalhou em sucessos como Moby Dick de 1956, Jack the Giant Killer de 1962 e Barbarella de 1968, além de Robert Crandall, preferido de Walt Disney em vários projetos de fotografia e Abe Haberman, famoso por seus make-ups na série OS MONSTROS de 64.

Entre os atores, aparece o Jody McCrea novinho, numa ponta no começo do filme, mergulhando para a morte (ele seria o DeadHead da Turma da Praia, a série de filmes do William Asher nos anos 60), a atriz principal Audrey Dalton, fez a esposa de Mr. Sardonicus do William Castle e sempre seguiu com Laven em séries de TV. Curioso é que o ator principal, Tim Holt, já havia abandonado a carreira dedicando-se a cuidar de seu rancho, mas Arnold Laven que trabalhou com ele e seu pai, Jack Holt, num bang-bang e se tornaram grandes amigos, convenceu Tim a voltar ao cinema e interpretar Twillinger. Ele ainda faria mais um sic-fi, mas depois largou definitivamente a carreira de ator.

Esse clássico é apontado pela crítica especializada como um dos mais interessantes filmes dessa geração sci-fi dourada dos anos 50 e marcante na sua época, tendo sido um recorde de bilheteria acima da média.

A história foi baseada, acreditem se quiser, num fato real ocorrido em Imperial Valley na Califórnia e publicado na Life, de uma lagoa que secou e onde foi encontrado ovos de "brine shrimp", um crustáceo pré-histórico que pôde ser enfim remontado a partir da descoberta.

O filme foi distribuido e divulgado em várias linguas. O sucesso nos cinemas do Japão foi tão grande, que após ser lançado em 1960, o diretor INOSHIRO HONDA, pediu à United Artist, a trilha sonora do filme e colocou-a no KING KONG vs GODZILLA de 1963.


Fonte: CINE SPACE MONSTER

0 Comentários: