FACEBOOK
CONTATO
FEED
YOUTUBE
TWITTER
LINKEDIN
EnglishFrenchGermanSpainItalianRussian

Visualização Criativa, Caibalion, servidores e sigilos

Print Friendly and PDF


Visualização Criativa

Esta técnica permite obter coisas materiais e às vezes situacionais. Mas primeiro você tem que visualizar claramente e depois de um tempo você vai buscá-la, alguns podem usar um "mapa do tesouro", em que você cola cópias e recortes (do seu desejo) uma vez a cada dia, até que eles venham para você, o importante é vê-los claramente em sua cabeça como se você já os tivesse e depois esperar. Mas você deve seguir as regras da "Lei da esfera de disponibilidade" significa que as coisas não devem estar extremamente fora do alcance como um milhão de dólares, mas sim serem coisas simples que você realmente precisa ou quer, mas por uma razão ou outra estão além do seu alcance imediato. A piada é que as coisas são simples no início e depois, quando seu escopo de pensar em algo importante vai diminuindo começa a aumentar sua esfera de disponibilidade. O problema pode ser o tempo, mas com um pouco de paciência esta poderosa técnica pode ser muito útil.

Kyblalion

Estes são os princípios fundamentais da Filosofia Hermética:
I. - O princípio de Mentalismo
O Tudo é mente, o universo é mental.
II. - O Princípio de Correspondência
Como acima, assim abaixo, como abaixo, assim acima.
III. - O Princípio da Vibração
Nada repousa, tudo se move, tudo vibra.
IV. - O Princípio de Polaridade
Tudo é duplo, tudo tem dois pólos, tudo tem seu par de opostos; e ao contrário são os mesmos; opostos são idênticos em natureza, mas diferentes em grau, os extremos se tocam, todas as verdades são meias verdades todos os paradoxos podem ser reconciliados.
V. - O princípio do Ritmo
Tudo flui e reflui, tudo tem a sua frente e trás, tudo sobe e cai, tudo se move como um pêndulo, a extensão de seu movimento para a direita é a mesma que a do seu movimento em direção à esquerda.
VI. - O Princípio da Causa e Efeito
Toda causa tem seu efeito, todo efeito tem sua causa, tudo acontece de acordo com a lei, a sorte é simplesmente o nome dado a uma lei que não é conhecida, há muitos planos de causalidade, mas nada escapa à Lei.
VII. - O princípio da geração
O ser está em tudo, tudo tem os seus princípios masculino e feminino.

Axiomas (Podem ser feitos como exercícios)

"Para mudar sua propriedade ou estado de espírito, mude a sua vibração."
Todos podem mudar as suas vibrações mentais por um esforço de vontade, deliberadamente fixar a atenção sobre o estado desejado. A vontade é aquela que conduz para a saúde, e isto é o que muda a vibração. Cultivar a arte de estar atento, por vontade e que o problema será resolvido para dominar as suas próprias modalidades e estados de espírito.
"Para destruir uma desagradável ordem de vibração, por em funcionamento o princípio da Polaridade e concentrar a atenção em seu oposto. Mate a coisa desagradável mudando a sua polaridade."

"O ritmo pode ser neutralizado pela arte de polarização"

Os sigilos

Sigilização pode ser descrito como a busca por integrar e perceber os processos de desejo. Existem teorias intermináveis ​​atrás das técnicas, geralmente com fortes referências à psicanálise freudiana ou psicologia junguiana. Por mais que você tente racionalizar os mecanismos de sigilos ou querem evitar racionalização do trabalho, isso independentemente da "crença" inconsciente que você usa para explicar porque o fazem e até mesmo independentemente de você "acreditar" em magia ou não.

Com Sigilos, a concentração mental é dirigida para a observação crítica dos processos desejados. Também devem ser testados para ter certeza de sua origem, a necessidade de motivação, e os resultados que são produzidos. Uma vez que produzido um Sigilo, o resto é uma questão de movimento.

CONSTRUÇÃO

Vamos começar pela divisão dos métodos de sigilização em cinco categorias básicas:
I. Método com palavras
II. Método com mantras
III. Método com gráficos
IV. Método automático
V. Método tradicional
As três primeiras técnicas são quase auto-explicativas, nos dois primeiros o desejo verbalizado de modo a formular um sigilo e na terceiro se faz isso através de uma representação gráfica do mesmo. O quarto método utiliza uma forma de auto-sugestão semelhante ao "automatismo psíquico puro" do surrealismo ou "escrita automática" do espiritismo, embora as diferenças entre os dois métodos ficará mais claro após a explicação. O último método incorpora símbolos mágicos tradicionais (como símbolos planetários) e sigilos prontos (como "quadrados mágicos") em vez de símbolos pessoais, mas que de alguma forma podem se juntar, se você estiver familiarizado com esses símbolos.

MÉTODO COM PALAVRAS

Este é provavelmente o método mais fácil, mais rápido e mais popular. Começamos por escrever o desejo ou resultado da maneira mais construtiva possível, por exemplo, em vez de escrever "NÃO QUERO SER DOENTE" é escrito "Eu gostaria de ser saudável". Também é bom acrescentar aqui que se você usar sempre o mesmo prefixo (por exemplo, "Eu queria..." ou "É minha vontade...") para todos os sigilos, você pode criar um vínculo entre eles.

Uma vez que o desejo foi escrito (recomendamos o uso de maiúsculas), deve ser reescrito, mas omitindo as letras quando elas são repetidas. Por exemplo: "Eu gostaria de ser saudável" torna-se "YODESTARN" (na língua original do texto, em português ficaria "EUGOSTARIDSVL"), uma vez que você tem esse glifo dê-lhe forma gráfica. Uma forma de fazer isso poderia ser através de mantras.

MÉTODO COM MANTRAS

Usando o mesmo sigilo "YODESTARN" você pode fazer um mantra mudando as letras de modo a formar uma sentença satisfatória. Um mantra com essas letras pode ser: YATS REDON.

Mantras são úteis porque podem ser combinados com quase qualquer técnica. É, portanto, recomendado para todos os Sigilos onde é possível usá-lo.

MÉTODO DE PALAVRAS COM ALIMENTAÇÃO POR MANTRAS

Com alguns sigilos, o primeiro método pode ser inadequado. Outra forma é escolher apenas as iniciais das palavras e formar uma "palavra de poder". Por exemplo, a fórmula seria "Ydes", a pronúncia pode ser feito substituindo cada letra pelo seu som vogal hebraico ou usando apenas sons que são apropriadas.

MÉTODO GRÁFICO

Este método é recomendado para aqueles que desejam se expressar melhor com uma imagem ou diagrama do resultado desejado. Por exemplo, o desejo de algo pode ser mais fácil sigilizado através de um desenho desse objeto, ao invés de uma descrição detalhada.

IV. Método automático

Uma variedade de métodos automatizados podem derivar um sigilo de certas palavras ou ideias. De um ponto de vista geral, eles podem ser classificados em não-mediado e mediado. O método consiste em observar uma palavra mediada ou ideia até que um glifo disso vem à mente. A maneira mais fácil de fazer isso é chamar como muitos de símbolos, como você pode de alguma forma representar a palavra ou o desejo com o qual você está lidando. Em seguida, escolha um ou combine as que se encontram para criar um sigilo que representa o seu desejo.

Embora este método tenha alguma semelhança com o método gráfico, o método automático opera em um outro nível que permite outros tipos de associações.

O método requer mente não mediada, limpeza de todos os pensamentos antes de começar. Quando a
mente se acalma, ele começa a desenhar de forma aleatória. Não tente controlar suas ações, por exemplo, você pode usar a mão esquerda, se você e ou a mão direita, se você é canhoto.

Se um pensamento vem à sua mente, apenas deixei-o ir e limpe sua mente de novo. Você precisa estar relaxado.

Também é possível, uma vez que o desenho está se formando, selecionar os segmentos que você gosta mais e eliminar repetições e depois copie-o para outra página. Combine e modifique esses glifos até formar uma imagem que satisfaça você. É necessário que haja semelhança entre o original e o produto final, com a imagem final tendo os primeiros esboços de inspiração suficiente.

Para ambos os métodos é aconselhável construir um mantra e cantar enquanto desenha.

Método tradicional

Existem duas técnicas básicas sob este rótulo. O primeiro método é semelhante aos das palavras, mas em vez de usar as letras do alfabeto como inspiração para o glifo, usa símbolos tradicionais da magia (por exemplo, sinais do zodíaco, elementos e símbolos dos planetas). Para usar esta técnica, é aconselhável estar familiarizado com os símbolos utilizados (não recomendado o uso de símbolos de um sistema sem ter um bom conhecimento dos outros símbolos dele, pois os significados são muitas vezes interdependentes).

Há muitos argumentos a favor e contra este método. Por exemplo, os símbolos são geralmente altamente estereotipados, especialmente ao nível das bases, e são usados ​​para apoiar as associações e significados sem avaliação. Mas também é possível dizer que o mesmo se aplica a toda a linguagem (toda linguagem é um sistema circular de referências e significados) e que, como em qualquer linguagem, estes símbolos individuais traçam a sua própria história e verdades idiossincráticas. Esta linguagem nos leva ao que é desenvolvido e usado dentro dos "mistérios das tradições", é, portanto de sua responsabilidade individual de encontrar, expor e mutar rachaduras e significados desses sistemas legados.

Outra forma tradicional é usar um diagrama da Cruz e da Rosa.

E para usar o diagrama da rosa e da cruz, basta colocar um papel no diagrama e conectar as letras que compõem o glifo.

Também podem ser usados ​​Kameas ou "quadrado mágico" para este tipo de Sigilo.

Um método de usar quadrados mágicos é transformando as letras do Sigilo-mantra em números usando correspondências numéricas com as letras em hebraico, grego ou Enochian. Uma vez que isto é possível rastrear a sequência de números em Kameas para cada atribuição planetária. Então, se isto for desejado, os sete sigilos resultantes podem ser combinados em um. Também é possível construir e utilizar Kameas pessoais da mesma maneira. Também é possível uma abordagem contemporânea a esta técnica usando a Cabala em espanhol e personalizando quadrados planetários. Existem muitos métodos para determinar os poderes numéricos do alfabeto espanhol. O mais simples é a seguinte: A = 1, B = 2, C = 3, D = 4, etc ... Mas este é geralmente o menos satisfatório. Outro método é muitas vezes atribuído aos primeiros dez números de cartas de 1 a 10, para o seguinte: 20, 30, 40, 50, 60, 70, 80, 90, 100, 200, 300, 400, etc ... também é possível ligar outros números que continuem as combinações como "CH" e "LL".

Outro sistema usa uma estrela de 26 pontas (anexando cada extremidade com a ponta sétima abaixo) e colocar um "A" na extremidade superior e continuar com o alfabeto na ordem inversa a dos ponteiros do relógio.

Para usar qualquer um desses sistemas não requer adesão estrita à tradição e adaptações pessoais são geralmente mais eficazes.

VARIAÇÕES

Usando técnicas de cruz acrescenta-se diversidade para uma sigilo e dá-lhe as melhores técnicas de manipulação. A experimentação vai dizer qual o método a ser desenvolvido.

DICIONÁRIO DE SIGILOS

É aconselhável construir, muitas vezes, sigilos para palavras individuais ou grupos de palavras. Isso já foi dito acima. A razão para isso é que os Sigilos podem reforçar-se mutuamente enquanto você construir-lhes a sua "linguagem do desejo" própria. Por exemplo, ter um sigilo para "eu quero que" e usá-lo em cada sigilo.

O Sigilo total pode ser uma cadeia de sigilos para cada palavra/ideia ou combinados para sintetizar sigilos para o conjunto. Como já disse, é uma questão de gosto e também deve-se levar em conta a praticidade em relação a técnica de ativação do sigilo.

ATIVAÇÃO DE SIGILOS

É geralmente aceito que os melhores Sigilos são ativados durante um período de intensidade emocional, física, sexual ou não. Alcançar estes estados geralmente requer atravessar uma barreira, pois envolve a exaustão física. E sabemos que, quanto mais você trabalha nesta área a barreira deve ser empurrada ainda mais. Este é, aliás, o primeiro argumento contra o uso da dor para ativar Sigilos, você acaba se machucando mais do que tendo benefícios quando a tolerância a dor é criada. O mesmo não pode ser dito sobre barreiras físicas ou sexuais!

Excitação sexual

Com ou sem um parceiro, a excitação sexual é provavelmente o mais popular. Para um rápido sigilo, o orgasmo é difícil de bater como transe agradável. No entanto, o orgasmo não é necessariamente o momento mais intenso da experiência sexual, especialmente orgasmos à vontade. Um orgasmo que vem para você conscientemente evitado depois de horas é possivelmente o melhor momento para a ativação de um sigilo. E um orgasmo não é necessariamente sempre genital, especialmente depois de horas de atividade sexual prolongada.

Postura da Morte

Outras técnicas envolvem o trabalho com os estados em que o corpo está exausto, geralmente não é alcançada com a manutenção de uma postura confortável, e sim extenuante e até mesmo, algumas pessoas preferem, posições dolorosas. A "postura da morte", criado por Austin Osman Spare é um bom exemplo. Uma versão da postura da morte envolve bloquear os olhos, ouvidos, nariz e boca com os dedos ou outro dispositivo. E esta deve ser mantida até que você sinta que não é mais possível, até que você esteja tocando o "outro lado".

Naturalmente, esta técnica não é recomendada para aqueles que não gozam de perfeita saúde.

Outra versão da postura da morte envolve inverter pernas cruzadas colocando uma coxa em relação à outro (de modo que a perna direita fique sobre a perna esquerda e da esquerda fique sobre a direita) tão fortemente quanto possível e manter esta posição além níveis que é suportável.

A terceira variante da postura da morte é ficar em uma ou ambas as pernas e esticar-se, tanto quanto possível até a exaustão.

Desorientação, destorneamento e outras técnicas podem também ser utilizadas para obter o mesmo resultado.

Qualquer postura da morte técnica pode ser combinada com um espelho refletindo-o isso tende a aumentar o efeito. É claro que é possível a utilização de espelhos para carregar sigilos de outras formas, sem recorrer à postura da morte.

OUTRAS TÉCNICAS

A intensidade emocional é provavelmente o mais complicado, já que evocar emoções extremas é mais difícel do que outras formas de intensidade. O medo é provavelmente a forma de intensidade emocional que é mais fácil para muitos, mas é aconselhável tomar precauções contra o seu uso.

Alguns argumentam que é essencial não pensar sobre o propósito do sigilo, neste momento, no entanto, de sigilização o processo é projetado para evitar problemas com a "ansiedade de resultado" (o que poderia resultar em nervosismo, medo do fracasso ou sucesso, etc., e interferir com o sigilo). Então, durante o processo, especialmente em horários de pico, o foque sobre o sigilo em si. Se você tiver problemas para visualizar isto mentalmente, depois veja-o com os olhos abertos até que absolutamente não possa mais. Gritar a palavra de poder ou mantra do sigilo pode ser benéfico, especialmente se o mantra for cantado durante a operação.

Quando a intensidade do sigilo é completa após tentar mantê-lo o maior tempo possível e limpar o sigilo relaxando a mente.

LIMPEZA DE SIGILOS

Quanto mais rápido serve o sigilo de sua mente após a operação, melhor. O riso é um método popular e eficaz de limpeza, a risada mais poderosa que você pode conseguir! Outros métodos tradicionais também podem ajudar se você já está familiarizado com eles e usá-los apenas para Sigilos (por exemplo, menor ritual do pentagrama). Ou você pode simplesmente começar a fazer algo não relacionado com o sigilo e esquecer também, como a limpeza da casa, por exemplo.

Servidores

O termo evocação significa "sair" e é usado para descrever todas as técnicas mágicas que servem para atrair qualquer classe de um espaço definido, como uma garrafa, vidro, triângulo, ou simplesmente exibindo um formulário que tem forma e caráter. A prática da evocação geral tem vindo a ser associada com os chamados "demônios" de grimórios como "As Chaves de Salomão", e às vezes adquirindo reputação duvidosa.

Quando você evocar um espírito para executar uma tarefa para você, este pragmatismo é visto como um pouco "espiritual" e, portanto, um ato de Lesser Magic. Outras vezes, parece que na evocaçãoos bruxos não conseguem se impor os espíritos. Nenhum argumento é convincente, evocando a magia é uma técnica muito útil que, uma vez que você tenha entendido o básico dele, tem inúmeras aplicações.

Um servidor é uma entidade conscientemente criada ou gerada, usado ​​em técnicas evocatorias para executar uma tarefa ou serviço. Na Tradição Esotérica Ocidental, tais entidades são, por vezes chamado de "Formas-Pensamento", embora na magia tibetana, por exemplo, eles sejam conhecidos como "Tulpas".

Servidores podem ser implantados em uma forma útil para executar uma série de tarefas ou funções em nosso nome.

PROJETO SEQUENCIAL SERVIDOR

1. Definir a intenção geral
O primeiro passo no projeto de um servidor é decidir a esfera geral de influência em sua intenção, como cura, proteção, harmonia, sorte, adivinhação, melhora do humor, sucesso... e outros. Definir a intenção geral irá ajudá-lo se você quiser usar símbolos e correspondências mágicas na criação do seu servidor. Por exemplo, se você estava interessado em criar um servidor para atuar dentro da esfera de cura, então você pode recolher qualquer associação, símbolos, emoções, lembranças, etc. que se relacionem com a noção de cura. Consultando um livro de correspondências mágicas, como o 777, você poderá construir uma cadeia de correspondências - figuras planetárias, cheiros, cores, horas planetárias, etc. Até onde você queira ir nesta direção, cabe a você.

2. Definindo a intenção específica
Aqui, você está criando o propósito central do Servidor, a "Declaração de Intenções" que é análoga ao DNA etérico do Servidor. Na Formulação da Declaração de Intenção do servidor, você pode precisar de uma boa auto-análise de suas motivações, desejos, projeções realistas, metas, etc. Como em todos os trabalhos de feitiçaria, é adequado procurar o conselho de seu sistema preferido de adivinhação. Continuamos o exemplo de um servidor de Cura, uma Declaração de Intenções apropriada pode ser: Promover a recuperação rápida e saúde de ... (Nome).

Depois de ter determinado o adequado a formar a base do seu servidor, em seguida, a declaração pode ser dada em um sigilo, ou glifo.

3. Que símbolos são apropriados para o servidor de tarefas?
Há uma riqueza de simbolismo mágico e míticos que você pode usar ao criar um servidor, que pode ser usado para representar diferentes qualidades, habilidades e atributos. Há também o simbolismo das cores, cheiros, sons e outros meios sensoriais de desenhar. Para refinar "programa" que forma a base para o seu servidor, você pode enfeitar o sigilo adicionando outros símbolos.

Símbolos: A linguagem da mente profunda

Para entender os símbolos, talvez a melhor analogia é a de considerar a mente profunda (o inconsciente), como um oceano que é pontilhado com "ilhas" - cada ilha é um indivíduo. Esta analogia enfatiza como indivíduos, eventos e imagens são conectados a um nível profundo, em contraste com os modelos psicológicos da mente vigentes, que tendem a enfatizar a divisão da psique em subjetiva e objetiva, interna e externa, mente e corpo. Para estender esta analogia, a ilha da mesmice da qual
ascende o nosso sentido de ser indivíduos únicos, de "I-ness" pode ser ligado a um iceberg. A maioria cuja massa está abaixo da superfície - o que é abaixo da auto-consciência. Este iceberg sobe da mente profunda e está em contínua interação com ela. Tanto o iceberg como o oceano são expressões complementares de consciência. O iceberg é a massa de estruturas psíquicas que se formaram através do processo de educação e aculturação, que é social, e essas imagens arquetípicas que são de uma natureza mítica. O termo incorporado é utilizado para se referir à massa de estruturas psíquicas que formam a base da nossa visão do mundo, ainda abaixo da superfície da mente de profundidade. Essa visão de mundo é um produto da nossa cultura, mas também tem contradições inatas do mundo mítico dependente. Por exemplo, tendemos a acreditar que a magia é impossível ou sobrenatural, apesar de todos os mitos que a sociedade dizer, através de livros, filmes e histórias que nos dão, pelo menos temporariamente, que este não é o caso. O iceberg sobe a individualidade de espírito que todos nós compartilhamos.

O iceberg pode ser visto como uma rede complexa composta por interligadas estruturas psíquicas, a partir das quais se eleva o senso de personalidade, e nosso senso de "I-ness" apenas. Esses icebergs não são imutáveis ​​ou entidades estáticas (embora tendemos a considerar como tal). Eles estão continuamente a ser formados pela experiência. Pode-se até dizer que a Magia, como uma forma de induzir a mudança e transformação, funciona através do aquecimento do iceberg de dentro, de modo que o indivíduo se torna mais ágil e adaptável às marés de consciência fluindo ao redor da psique, em vez que permanecem congelados e duros! As experiências que ficam perto da "superfície" de consciência desperta são organizadas usando o poder da linguagem, a principal fonte para as experiências que se comunicam uns com os outros. No entanto, ao tornar-se mais profundamente embutido sob a experiência de superfície - na mente mais profunda, onde mais provavelmente seja codificada como um símbolo.

Reagindo mais rapidamente aos símbolos para informações escritas; simples símbolos gráficos podem transmitir uma série de informações de modo que seria necessário muito mais espaço para se escrever. Os sinais de trânsito são um bom exemplo do imediatismo dos símbolos - imagine o caos que se seguiria se os sinais de trânsito fossem completamente composta de palavras! Os símbolos são definidos como figuras gráficas não-linguísticas, que representam uma mais abstrata qualidade, ideia, princípio ou conceito.

Em termos da analogia do iceberg, são encapsulamentos de experiências, que "contêm" ligados dentro de suas estruturas, emoções, lembranças e outras associações. O que pode ser "liberado" quando o símbolo é focada. Símbolos desempenham um papel importante na Magia, pois eles são a "linguagem" comum que é compartilhada por tanto a consciência de vigília, para a mente profunda. Sistemas mágicos são órgãos técnicos e quadros para a ordenação da experiência, com conjuntos específicos de recursos de símbolos, que gradualmente são incorporados na mente profunda. Exercícios mágicos, por exemplo, a meditação sobre imagens de cartas de tarô, são usados ​​para "consertar" os símbolos em nossas mentes, e a mente profunda, muitas vezes vestidos-se com estes símbolos para comunicar ideias e informações para a mente desperta. Alguns símbolos mágicos como o pentagrama e o hexagrama, por exemplo, aparecem em muitas culturas diferentes. O que faz parecer que alguns símbolos são "universais", para compreendê-los não se limitam a barreiras culturais.

O poder dos símbolos está dando acesso às camadas profundas da mente com um imediatismo e intensidade que a linguagem escrita ou falada não pode. Eles trazem para a consciência de uma vasta quantidade de informações que pode ser muito abstratas ou complexas para o processamento semanticamente. Eles também podem ser usados ​​para aceder às memórias de experiências que têm muito poderosas associações emocionais, que são atraídas para a consciência quando concentrada em um símbolo. Embora os símbolos sejam usualmente concebidos como um desenho gráfico, existem outros "portadores" de informação que podem ser consideradas como os tipos de símbolos. Estes símbolos são veículos que têm um efeito muito poderoso em nós (mas nem sempre conscientes disso) e realizar associações que são trazidas para a consciência (ou pelo menos agitadas) quando encontrados. Tais veículos têm um papel muito importante na prática da magia, e exemplos disso são: o som, o cheiro e a cor.

Símbolos Gráficos

O desenho de símbolos gráficos em magia é uma parte muito importante do glamour e mistério que está escondido para muitas pessoas - livros cheios de estranhos símbolos e figuras que são dadas a entender que têm todos os tipos de poderes misteriosos e inerentes, e figuras geométricas riscadas no chão para invocar demônios. Exemplos de dados gráficos podem ser encontrados em muitos livros de textos mágicos, e estão incluídos em três categorias:
1) Aqueles que derivam de sistemas mágicos ou religiosos.
2) Aqueles construídos pelo mago para fins específicos.
3) Os valores decorrentes da mente profunda.
A primeira categoria inclui o tipo de valores referidos acima, exemplos de que incluem símbolos astrológicos e planetários, padrões geométricos, como o pentagrama, e os alfabetos "secretos". É geralmente pensado que os símbolos projetados pessoalmente (ou seja sigilos), ou como no terceiro caso, são mais benéficos do que o uso dos símbolos de outro, e que o criador terá mais associações pessoais e estes refletem o psicocosmo do usuário mais adequada do que qualquer coisa fora de um livro. Se você já assimilou algum sistema de símbolo mágico, não há nenhuma razão para você não incorpora-lo no projeto de um servidor. Mais uma vez, esta é uma matéria de preferência pessoal.
4. Existe um fator de tempo a se considerar?
Aqui, você deve considerar a duração da operação do servidor. Em outras palavras, você quer que o servidor esteja "trabalhando" de forma contínua, ou apenas em períodos específicos? Aqui, por exemplo, você pode querer considerar as fases da lua, conjunções astrológicas ou horas planetárias, que poderiam ser adicionados com as instruções do Servidor.

A instância do Servidor de cura, foi construída para ser ativa por um período de sete dias, afetando o destinatário por sete minutos, em intervalos de sete horas. Esta declaração serve para reforçar o simbolismo do número sete associado com a harmonia.

Há um ponto importante que deve ser considerado após o servidor ter feito o seu trabalho. É generalizado que é preferível que quando um servidor tenha concluído a sua tarefa, o servidor deve ser removido pelo seu criador. Há duas maneiras de fazer isso. Em primeiro lugar, pode-se colocar no código de uma "autodestruição" nas suas instruções, no momento da sua criação, em que a duração da sua existência é definida em relação à duração da tarefa, ou o fim de uma condição específica. Por exemplo, no servidor de cura pode ser definido tal afirmação: "Para promover uma recuperação rápida e saúde ... (nome) ... trabalhando para 7/7/7 intervalos, que é a soma de encantamento de sua vida."

A outra abordagem é a realização de um ritual de "reabsorção do servidor" mentalmente retirando de volta de sua tarefa, devolvendo o brilho original do desejo e, em seguida, removendo ou destruindo qualquer material de base que você criou para ele. Embora a teoria clássica oculta diz que se você não se importa com sua forma de pensamento, elas vagabundearam com pessoas irritantes no plano astral, há também uma boa maneira de terminar a "vida" psicológica dos servidores, uma vez que tenham concluído a sua tarefa atribuída, é reivindicar a responsabilidade pelo desejo complexo, o qual foi utilizado para criar o servidor.

5. Eu preciso de um nome?
Ao servidor pode ser dado um nome que pode ser usado, junto com sua descrição, para criar, promover, ou controlar. Um nome também dá personalidade. Um nome pode refletir a tarefa do Servidor ou forma de um mantra de sua declaração de intenções. No exemplo o servidor de cura foi chamado de TUMMYHUM, uma referência à sua função muito caprichosa.

6. Eu preciso de um ser físico?
O material de base é um foco para a existência física do servidor. Isso pode ajudar a definir o servidor como uma única entidade, e pode ser usado se você precisa re-evocar o servidor por qualquer outro motivo.

Exemplos de uma base material incluem garrafas, anéis, cristais, pequenas estatuetas, usados em RPGs, ou modelados. Os fluidos corporais podem ser aplicados ao material de base para aumentar a ligação entre o criador e a entidade. Esta é uma questão de gosto pessoal. Como alternativa, o servidor pode ser livre e móvel como um corpo etérico. Eu tendo a usar para tarefas rápidas e específicas entidades etéricas, embora para entidades com uso a longo prazo, um material de base é muitas vezes mais útil. Para outros, pode ser possível vincular o seu uso a um estado específico e identificável de consciência que faz parte das associações centrais, pelo qual você construir o seu servidor.

Também é possível a ligação a um servidor com um cheiro específico, tal como de um perfume ou de óleos essenciais, de modo que cada vez que o óleo é aplicado, o servidor é ativado. Isto pode ser particularmente útil na criação de servidores para a cura em geral, proteção ou melhoria de um modo particular. Um toque de perfume pode estar na base material do servidor e o perfume deve ser inalado durante o lançamento da entidade.

7. Isto requer uma forma específica?
Servidores pode ser feito para ter qualquer forma desejada, a partir de pequenos homunculus, os campos mórficos. A maneira que você escolher para identificar particularmente uma forma-pensamento pode adicionar outro nível de identidade representante da entidade. Numa prática comum no entanto, o servidor é apresentado como uma esfera inexpressiva, pulsando com energia e brilhando com cores escolhidas adequadamente nas quais as instruções foram impressas.

LANÇAMENTO DO SERVIDOR SEQUENCIAL

Depois de ter desenhado um servidor, o próximo passo é "jogar" sua missão designada. A seguinte sequencia pode ser experimentada como um exemplo introdutório para trabalhar com o servidor.

Procedimento de liberação

1. Exílio
2. Declaração de vontade
3. Exercício de relâmpago flamejante
4. Lançamento do Servidor
5. Repetição do Exílio

Ritual de Banimento

Comece enfrentando de pé o Leste com os braços ao lado do corpo, a cabeça ligeiramente inclinada para cima, respirando lenta e profundamente. Limpe sua mente de pensamentos.
1) Inspire e levante a mão direita, durante a exibição de um ponto de luz acima de sua cabeça e apontando para os dedos.
2) Abaixe a mão lentamente ao longo da linha central do corpo do alvo para os pés. Enquanto expira visualize uma coluna de luz branca passando através do corpo, do ponto de luz, através da cabeça aos pés.
3) Inspire e estique os braços formando uma cruz. Expire e visualize uma coluna de luz branca correndo de mão esquerda para a mão direita, formando uma cruz de luz ao atravessar a passagem vertical através do corpo, da cabeça aos pés.
4) Inspire e cruze os braços sobre o peito. Expire enquanto a luz de uma chama estende-se pelo corpo de embrulho, enquanto a cruz é mantida dentro desta chama. Respire profundamente, sentindo-se energizado.
5) Em seguida, inspire e desenhe um pentagrama no ar na sua frente, começando na ponta, puxando-o para o ponto abaixo da mão esquerda, em seguida, vire à direita, atravesse para a esquerda, até o ponto abaixo mão direita, e retorna para o ápice. Expire, letras de vibração IAO (III-AAA-OOO), exibindo o pentagrama iluminado com luz branca.
6) Repita o procedimento virado para os pontos cardeais Sul, Oeste e Norte.
7) Em seguida, levante os braços e declara a ladainha:
Em torno de mim brilha o pentagrama
Acima de mim, o infinito estrelado
Todo homem e toda mulher é uma estrela,
Contemplo um círculo de estrelas.

Declaração de vontade

Agora que você se concentrou-se dentro do espaço-ritual, você pode fazer a Declaração de Intenções, por exemplo: "É o meu desejo de evocar um servidor para ... (missão) ..."

Exercício de relâmpago flamejante

Este exercício é usado para "energizar" a si mesmo. Combina respiração, visualização, consciência corporal, acúmulo e posterior liberação de tensão. Ele é baseado em torno do exercício do Pilar do Meio utilizado na Cabala Ocidental.
1. De pé, pés afastados, os braços levantados para o alto, de olhos fechados, cabeça ligeiramente inclinada para cima.
2. Visualize-se como um carvalho, sozinho em uma paisagem desolada e deserta. É noite, e as estrelas estão acima de você. Tenha consciente da sua respiração, profunda e lenta, de pé firmemente enraizada na terra, mas alcançando o céu.
3. Tudo ao redor, uma tempestade começa a emergir. Permita que a sua respiração acelere. A tensão aumenta, e você pode sentir um batimento cardíaco distante na terra.
4. Permite que esses sentimentos subam a um passo de febre, sua respiração torna-se rápida e superficial.
Balança levemente seus pés, mas esticando-se sentindo tremer de tensão crescente.
5. Quando você não pode mais aguentar isso, há uma barulho ensurdecedor, e um raio cai dos céus. Ele atinge-o, estremecendo-o violentamente. Você sente a energia tremenda do raio passando por você, através de suas raízes na terra.
6. Das profundezas da terra há um tremor de força em resposta. Um pulso de energia vem-se, transformando o seu corpo, trazendo a sua consciência para o céu até que você se torna, por um breve momento, uma estrela que brilha no espaço infinito.
7. Deixe os braços cairem lentamente para os lados de seu corpo. Afaste seus pés, e coloque os dois primeiros dedos de sua mão direita em seus lábios. Sinta a calma, mas ainda carregada de energia.

Lançamento do Servidor Popular

Este é um exercício simples, que pode ser usado para lançar os servidores e encantamentos. Ele pode ser facilmente adaptado para uso por um grupo, e é baseado na ideia de "Aumentar o Cone do Poder" na Wicca moderna.
1. Comece sentado em uma posição confortável - o Asana Dragão é o ideal. Respire lenta e confortavelmente.
2. Sinta seu corpo carregado de energia, e esta energia pode vir em uma bola de luz branca na região do seu plexo solar, enquanto você inspira e expira.
3. Enquanto respira, visualize um cabo de luz formando-se a partir do seu plexo solar, até chegar a pelo menos 70 centímetros na frente de você.
4. E agora o cabo começa a crescer para cima, formando uma coluna de energia pulsada, subindo para o telhado (supondo que você está fazendo isso sob um telhado). Quando você se sentir confiante na sua opinião, deixe a coluna de energia permanecer livremente, pois essa não está mais ligada a você por mais tempo. Essa esfera é a matéria-prima da qual o seu desejo será vosso servo.
5. Agora concentrar sua atenção no topo da coluna. Comece a inchar à medida que se concentrar, a formação de uma esfera, que é alargada, à medida que cresce, que atrai o resto da coluna de cima.
6. Uma vez que a área é formada, você pode começar a "programar" o servidor, moldar o campo (se você selecionou um) ou exibir os símbolos de instrução incorporados dentro do servidor. Se você escolheu um nome para o servidor, este pode ser cantado como um mantra, com cada poder alimentador dentro da declaração do servidor. Um fogo pode ser visualizado com uma sequência de cores escolhidas. Quando você está visualizando o treinamento do servidor pode ser útil às vezes, mostrar a descrição cor/símbolos que formam o código de instruções do servidor, como uma espiral de DNA, que se desenvolve dentro das células, músculos e sistema nervoso. Alternativamente, você pode ver a forma criada a partir de cadeias de sigilos em cores apropriadas.
7. Como você faz isso, faça a sua respiração mais rápida e mais intensa. Sinta que você está se movendo em direção a algum tipo de clímax. Inicie uma contagem regressiva mental ou audível 10-1 ... com cada questão, o sentimento de tensão se intensifica, o servidor começa a pressionar como se a apertar-se contra o seu coração - seus pontos de vista, músicas, etc, tornam-se mais frenéticos. Quando você chegar a um ... respire fundo e grite "tiro" - visualize o Servidor subindo ao espaço em alta velocidade.
8. Relaxe por um momento. Se você sentir que é necessário, repita o ritual de banimento que você usou no começo do rito.

Servidores de uso geral

O exemplo dado acima é para um servidor com uma tarefa específica, ou seja, um criado especificamente para realizar uma tarefa relacionada a um indivíduo em particular. Contudo, um servidor pode ser criado tendo uma origem de cura, mas que não foi apontado para uma pessoa. Existem várias vantagens em utilizar servidores mais generalizados. Primeiro, eles podem ser considerados "especialistas" em sistemas de aprendizagem de tarefas em execução, como se a cada mais tarefas de cura que você dá a um servidor, melhor o torna para a cura.

Segundo, o uso contínuo do servidor, com resultados bem sucedidos, dá confiança àqueles que o usam. Com servidor mais generalizado, qualquer pessoa que conhece a sua sequencia de ativação (como um mantra, stealth, ou sucessão de visualização) pode usá-lo para trabalhar em uma determinada tarefa. Um exemplo desse tipo de servidor é a entidade ICANDOO (I Can Do). ICANDOO ("Eu posso fazer"), que foi criado em um grupo de trabalho aberto. O nome do servidor também foi seu mantra para chamá-lo, foi criado para superar os obstáculos no caminho que cruzarem com os participantes. ICANDOO foi criado por um grupo de 12 pessoas, todos eles usaram o servidor ao longo do dia para ajudar com problemas de um tipo ou de outro.

No desenho sequencial, o servidor foi equipado com a capacidade de se dividir holograficamente, de modo que cada segmento contém as potências e as capacidades da entidade original. Em um nível maior de generalização, você pode criar servidores que não têm função específica ou fonte. Os servidores podem ser usados ​​em atos mágicos tanto maiores quanto menores, e são particularmente úteis nos atos de encantamento ou adivinhação. Um exemplo de tal servidor é GoHu o qual tem a aparência de um espelho negro ligeiramente côncavo.

Ativado por visualização e mantra GoHu foi usado como um recipiente onde se projeta desejos sigilizados e outras mágicas. Mudando o ângulo de orientação da superfície pode ser visualizado como uma tigela em que as ideias e imagens flutuam.

DEPENDÊNCIA DO SERVIDOR

É generalizado de que cada bom resultado de um servidor é uma taxa de sucesso que serve para reforçar seu poder. Em 1992 eu criei um servidor chamado "Eureka". Ele foi criado para a atividade no campo da iluminação e inspiração de ideias novas, empurrando a criatividade global e brainstorming. Inicialmente, o servidor excedeu todas as minhas expectativas em seu desempenho. Usei-o para estimular novas ideias para escrever, palestras, seminários e workshops. Com um colega, ele se concentrou em brainstorming, atuando como uma terceiro mente subindo na conversa. Há cada vez fizemos um salto criativo, ou uma ideia formada tornou-se possível pelo poder do servidor. Em 1993, a atividade Eureka foi ligada com a conjunção de Urano e Netuno, quando o movimento retrógrado Netuno e Urano começou em 22 de abril, Eureka foi "desligado".

O resultado imediato foi que eu achei muito difícil entrar em um fluxo criativo de pensamento. Parecia que Eureka tornou-se tão dominante na dinâmica do meu próprio processo criativo, que uma vez estando longe, eu achei muito mais difícil de entrar em um estado de espírito adequado. Tinha me tornado dependente do servidor. No futuro, o servidor foi convocado e removido para a 'lasca' do poder original sobrevivesse como uma abordagem para a iluminação. Muito mais sábio para a experiência, eu só uso esse trecho do servidor original de vez em quando, como um abordagem à criatividade.

SERVIDORES VIRAIS

Você pode programar os servidores para replicarem-se ou se reproduzirem. Abordagens para isso incluem dizer ao servidor para reproduzir-se como uma repetição de divisão celular que segue parâmetros cibernéticos ou virais, ou para criar o nascimento de um novo servidor em um determinado momento dos trânsitos astrológicos, ou a cada vez entre tarefa e tempo definidos. Um teste inicial disso foi a criação de um servidor obrigado a recuperar sua propriedade. Uma vez que deram início, o servidor começou a gerar um campo de confusão, perdeu as chaves, falhas de energia e tornou-se irritante. Depois da segunda vez, o servidor começou a tocar, por isso a confusão gerada no campo foi intensificada. Como o destinatário do servidor retornou a propriedade que ele estava segurando, os servidores pararam de funcionar.

A evidência da ação de Servidores:
- pequenos problemas crescentes;
- poltergeist;
- tipos de fenômenos
estranhos.

Os Servidores virais são particularmente adequados para períodos de longa duração para aumentar a probabilidade de que um evento mágico seja bem sucedido, ou ser utilizado para a cura e proteções de trabalho geral.

CAO-MINAS

Os CAO-Minas podem ser considerados como armazéns localizados de unidades etéricas e transmissão para o poder do Caos. Eles são geralmente vistos como esferóides ou antenas com oito setas que irradiam a partir deles, piscando aleatoriamente em todas as cores possíveis.

Os CAO-Minas são criados para manipular a probabilidade de eventos aleatórios e sincronicidades estranhas.

Eles são normalmente criados em locais que são utilizados para atividade mágica, ou geralmente associados com "boas vibrações".

Linguagens de programação de Servidores

A utilização de servidores dentro de um paradigma cibernético quase foi, em princípio, apenas metade a sério, e foi escrito um "Guia do Usuário" breve para trabalhar com servidores no estilo de um manual para computadores. Com o tempo, no entanto, a abordagem para os servidores a partir da perspectiva de Tecnologia da Informação, gerou algumas ideias interessantes para o desenvolvimento de suas aplicações. Tal ideia é a analogia já feita entre a Declaração de Intenções que é o núcleo do servidor - sua razão de ser, se eles gostam de você - e do código de computação - as instruções realizadas.

Esta analogia é desenvolvida de duas maneiras. O primeiro era para desenvolver o código dentro dos circuitos do sigilo, um exemplo do qual é dado abaixo.

Aqui estão as instruções básicas do servidor:
I) Ser enriquecida com a runa Othel
II) O Kamea de Marte
III) E a runa Tir
IV) O símbolo do infinito
V) Mantenha repetidamente a sequencia.

A mistura de símbolos de diferentes sistemas parece não gerar diferenças - símbolos usados ​​que achar apropriado, e, obviamente, a opção de criar seu próprio circuito de elementos sigílico.

Um outro desenvolvimento, relacionado com o acima, foi o de comparar a ação dos servidores (e posteriores feitiços em geral), em termos de fluxogramas. Os programas de fluxogramas de computadores contêm opções, como "SE ... ENTÃO ...". Se x = 1, então y = "print screen" - Se y não é igual a 1, então nenhuma ação é executada. Para um servidor pode ser dada a opção SE ... ENTÃO. Por exemplo, se uma determinada condição for atendida, o servidor se torna ativo. O desenvolvimento desta ideia levou à criação de um fluxograma extremamente detalhado com comando de sub-rotinas de servidores e tarefas sub-formadas a partir de servidores específicos dentro de um programa global. Este diagrama de fluxo mostra um exemplar de operação um Servidor Viral discutido acima. Esta ideia, em si dá origem a algumas considerações básicas de como nos aproximamos de operações de feitiçaria em geral. A abordagem geral para a "magia de resultados", é localizar um ponto em um estado implantado, e dar uma "cutucada" (gentilmente ou não) até que um resultado seja mais ou menos de acordo com o seu desejo declarado de como se manifestar. Algumas operações podem ser bastante específicas quanto ao espaço, enquanto que outras podem ser de um longo período de tempo. Uma vez que você começar a olhar para as coisas a partir da perspectiva de um programa ou fluxograma, você tem a possibilidade de ter em conta uma série de elementos diferentes que são relevantes para essa situação.

ESPÍRITOS FUNCIONAIS

Outra abordagem para a evocação é trabalhar com espíritos que têm uma fonte sobre uma experiência ou situação particular. Essas tais entidades estão detalhadas nos Grimórios como a Chave Menor de Salomão, que são espíritos manuais, dando detalhes de formas típicas de espíritos, nomes, sigilos e como conjurar. Os espíritos em livros têm nomes estranhos, aparência ainda mais rara, embora seus poderes sejam diretamente funcionais e úteis. Por exemplo, RAUM aparece como um melro, e pode criar amor, reconciliar inimigos ou destruir cidades e reputações.

A abordagem padrão para chamar esses espíritos é usar a magia ritualística, em que as entidades são chamados dentro de um triângulo, e cerimonialmente ligadas à vontade do mago. No entanto, há uma outra possibilidade, que é simplesmente convocar um Espírito, quando você se encontra em uma situação apropriada. O exemplo a seguir ilustra esse processo.

Todos ocasionalmente experimentaram ficar presos no trânsito, a partir de um engarrafamento na estrada, uma fila de pessoas se movendo lentamente. Não seria bom ser capaz de chamar assobiando um espírito que irá permitir que você se mover?

GOFLOWOLFOG, esse é o espírito, ele que faz com que os engarrafamentos acabem para que você possa continuar a sua viagem. Goflowolfog normalmente aparece sob a forma de um macaco montado sobre uma prancha de skate que flui. Com ele traz uma brisa, e um barulho que soa como "Niouuu". É um arranjo sereno e elegante. Goflowolfog pode ser chamado quando você está em uma situação que cai sob seu governo, como estar preso em um trem lotado (durante uma onda de calor), que é de acordo com um início complicado, parou e não mostra nenhum sinal de mudança de novamente. Em tal situação, você deve ouvir o "Niouuu" e visualizar como Goflowolfog passa em alta velocidade com seu skate, deixando a sensação fantasma de uma brisa. Se apenas porque esse ato de convocação poderá remover sua mente da fonte de estresse - como o desejo de matar a pessoa com o aparelho de som em seu carro perto de você, enquanto você derrete no calor de seu veículo. Enquanto o espírito desliza, atrai a atenção (se apenas internamente) em um dândi quase tão sereno e elegante como Goflowolfog. Por um momento e visualize-se estar com ele no skate, como flashes através do congestionamento. Se você precisa chamar Goflowolfog para mover o tráfego em torno de você então você tem que oferecer algo em troca (mesmo que apenas boas maneiras). Embora haja muitas maneiras de apaziguar os espíritos, as duas mais prazerosas para Goflowolfog são primeiramente permitir que outro tenha espaço para se movimentar. Isso pode assumir a forma de permitir que alguém que venha depressa, ou permitir que o motorista do outro carro possa se deslocar para sua pista, deixando um espaço. Segundo, ser bom para ver de onde ele vem. De onde é que Goflowolfog é? Ele foi identificado e formulado em um seminário de magia, em Londres, uma tarde, quando a Inglaterra estava experimentando uma onda de calor, e todos os que participaram do seminário tinham experimentado problemas com o tráfego. A sequencia foi projetada:
1. Situação Geral: Tráfego.
2. Situação função relacionada: Dissolver
engarrafamentos.
3. Nome Espírito: Várias sugestões foram feitas para um nome apropriado, e GO FLOW foi eleito. Este nome foi convenientemente refletido tornando-se GOFLOWOLFOG.
4. Forma Espírito: Várias maneiras possíveis foram sugeridas, como uma roda ou conjunto de sinais, mas a imagem de um gato andando de skate foi tão memoráveis, como semelhantes às formas estranhas aberrantes dadas aos espíritos nos grimórios.
5. Disposição ou caráter do Espírito: Foi decidido que ele poderia ser sereno, elegante e descontraído, rápido e engraçado. Eles sentiram que ele poderia responder amavelmente a qualquer um que se esforçasse para alcançar essas qualidades em uma situação tão frustrante como estar preso em um engarrafamento.
O som associado com o movimento do espírito também pode atuar como um mantra para ajudar a chamada. Sua descrição, um círculo com duas setas em sentidos opostos, podem ser usados ​​como um talismã, colocados nos meios de bicicleta, carro ou outro meio de transporte para atrair os fatores de Goflowolfog ou como um foco para a evocação.

Usando este processo, você pode facilmente criar o seu próprio Grimório de ajudantes espirituais. Pode ser interessante (e divertido!) fazê-lo com um grupo de amigos, eles não serão os únicos espíritos feitos por muitas pessoas, mas também serão usados ​​de maneiras diferentes. O uso mais bem sucedido de espírito é registrado.

Com o tempo e uso extensivo, pode até acontecer que a imagem de seu espírito vá para a piscina dos memes da cultura geral.

Uma consequência dessa abordagem de trabalhar com os espíritos é que seja fácil adotar a crença de que "os espíritos estão em toda parte." Há uma tendência comum nos magos, cair na armadilha de pensar que os espíritos - deuses, demônios, aliados - só podem ser contactados em situações estritamente mágicas, e não em outras vezes, e ele está lá apenas para nossa conveniência e não têm outra existência que não em nossas próprias cabeças. Então, que outras formas e circunstâncias podem ter espíritos associados a eles? Desta vez, eu comecei a ver alguns comportamentos, atitudes e crenças como espíritos - no sentido de memes - ideias que adquiriram existência independente, e de certa forma, tornam-se vírus - espalhando-se a através de hospedeiros humanos. Eu tenho considerado, por exemplo, o "vício" como um Espírito, e ele "coloca barreiras" em um ou dois casos, o Espírito de vício em heroína em certas casas.

Um maior desenvolvimento desta abordagem tem sido olhar para cartões de Tarot como uma estrutura para a definição de espíritos. Muitas vezes tenho notado como duas pessoas podem se apropriar do mesmo baralho de cartas de Tarot, mas cada deck é sutilmente diferente um do outro. Quando você começa um novo deck, tem uma sensação de "virgindade", e este deve ser tomado pela força. Eu comecei a olhar para baralhos de tarô bem utilizados, como uma coleção de espíritos que emergem da interação do usuário com os cartões. Se você adotar a crença de que um cartão de tarô tem um espírito ligado a ele, em seguida, por extrapolação, parece que todas as cópias do cartão existentes têm algum tipo de espírito que lhes são inerentes, e você pode "chamar" esses espíritos usando sua carta.

Outro ponto: fomos magicamente influenciado pelo pensamento de espíritos em termos dos quatro elementos clássicos - fogo, água, terra e ar. Mas e os "novos" elementos - petróleo, eletricidade, energia nuclear? Que espíritos emergem desses processos, e como interagimos com eles? Essa é uma decisão que você tem que se fazer. Então, todo o jargão cibernético com que comecei este capítulo nos levou de volta para o modelo clássico de Espíritos panteístas. Eles estão por toda parte, e são "independentes" de nós. Ainda assim, emergem como o doce sabor de uma maçã, o mundo de nossa experiência, consciente ou inconscientemente. Eles estão lá, não tanto quanto em um reino sombrio "astral", mas como parte do amplo campo de informações através do qual nos movemos.

(Sigilios e servidores tirado de: http://www.zonadecaos.com/)

0 Comentários: