FACEBOOK
CONTATO
FEED
YOUTUBE
TWITTER
LINKEDIN
EnglishFrenchGermanSpainItalianRussian

Freira defende, em livro, a masturbação

Print Friendly and PDF



Foto: Editora Rosa dos Ventos, divulgação
No livro Just Love, a Framework for Christian Sexual Ethics (Só Amor: Uma Estrutura para a Ética Sexual Cristã, na tradução), a freira norte-americana Margaret A. Farley está causando polêmica e já levou o Vaticano a alertar os fiéis para ignorarem as afirmações da religiosa. Publicado em 2006, passou mais de dois anos sendo analisada pelo Vaticano, que se pronunciou contra. Entre os argumentos, dizem que ela não é consistente com a autêntica teologia católica e não deveria ser lido por católicos romanos.

Segundo a autora explicou em entrevistas a veículos de imprensa internacionais, a obra oferece "interpretações contemporâneas" sobre a justiça e a igualdade nas relações sexuais humanas. No polêmico livro, Margaret escreve que a masturbação, particularmente nas mulheres, "normalmente não levanta questões morais nenhumas e atualmente favorece as relações em vez de as destruir". Em outra passagem, Farley escreve que a "orientação sexual das pessoas, bem como as suas relações, devem ser respeitadas".

Ela diz, ainda, que não teve a intenção de representar os ensinamentos católicos mas sim de ajudar os leitores a refletir sobre os "tabus morais" e a pensar na ética sexual "num contexto de justiça, sabedoria e amor".

FONTE: NEM LOLITA NEM BALZACA

0 Comentários: