FACEBOOK
CONTATO
FEED
YOUTUBE
TWITTER
LINKEDIN
EnglishFrenchGermanSpainItalianRussian

Hospital Psiquiátrico Hartwood — Hartwood Escócia (1890-1998)

Print Friendly and PDF


O hospital originalmente foi supervisionado pelo Dr. Archibald Campbell Clark, o superintendente médico que estava envolvido com a criação de terapias psiquiátricas até então inéditas, como terapia ocupacional, tratamento de choque elétrico, envolvimento industrial e, a mais controversa, lobotomia. Era a crença do Dr. Clark, porém, que o objetivo principal era o de "curar quando possível e dar o melhor cuidado possível quando a cura não pode ser encontrada". Sua visão sobre os cuidados de asilo foi vista como revolucionária e sua influência e liderança era tal que suas ideias sobre terapia ocupacional, industrial e de lazer foram entusiasticamente realizadas pela equipe, apesar da oposição significativa de colegas médicos e do Conselho de Administração. Ele estava tão comprometido com seu trabalho e com o hospital que, após sua morte, em 28 de novembro de 1901, seu corpo foi enterrado no cemitério do hospital.

Muitas formas de tratamento comuns em instituições psiquiátricas eram aplicadas em Hartwood, como confinamento solitário e a terapia de choque elétrico acima mencionada, mas este foi o primeiro hospital na Escócia a administrar a infame lobotomia. Esta foi uma forma de cirurgia regularmente realizada em um tempo antes das drogas psicotrópicas, quando certos problemas de saúde mental, ainda eram vistos por muitos como doenças. Em muitos casos, a lobotomia deixou o paciente sem vida ou em estado vegetativo. Como resultado, muitos estavam destinados a ser enterrados dentro do cemitério do hospital, sendo o Hartwood o último lugar de suas mentes destruídas.

0 Comentários: