FACEBOOK
CONTATO
FEED
YOUTUBE
TWITTER
LINKEDIN
EnglishFrenchGermanSpainItalianRussian

EXERCÍCIOS COM CLAVAS INDIANAS

Print Friendly and PDF


A clava ou clubbell, agora de volta em voga nas academias de todo o mundo, é particularmente apreciada pelos amantes do treinamento funcional. Ela está totalmente integrada à função de treinamento que nos propomos a fazer para ter um corpo forte, tonificado e flexível, com fortes habilidades de coordenação motora, traduzível em desempenho para o atleta e prevenção e segurança para o praticante de fitness.

O objetivo do "swinging indian club" é manter as clavas indianas em movimento ao redor do corpo em uma longa série de movimentos, de fluxo suave, exercidos igualmente por braços e ombros.

O INSTRUMENTO
Clavas indianas ou clavas iranianas são pinos de madeira de vários tamanhos e pesos, utilizados para o desenvolvimento de força e malabarismo. Elas podem variar de alguns gramas a até 50 quilos.

Há réplicas nostálgicas das clavas originais sendo fabricadas, bem como atualizações de conceitos de engenharia moderna, como o Clubbell.

HISTÓRIA
Seu uso é registrado pela primeira vez como sendo utilizada por lutadores no antigo Irã/Pérsia, Egito e Oriente Médio, sendo chamada de meels. A prática continuou até os dias atuais, notadamente na tradição Varzesh-e Bastani praticada no zurkaneh do Irã. Da Pérsia, os Mongóis trouxeram-na para o Sul da Ásia, onde foram usadas ​​por pehlwani, nativos lutadores marciais, para o desenvolvimento da força física. Colonos britânicos se depararam pela primeira vez com as meels persas na Índia, e erroneamente se referiram a elas como "clavas indianas", apesar de sua origem no Oriente Médio. Sendo introduzida como uma ferramenta de fitness, no século XIX, na Inglaterra, por soldados que retornavam das colônias indianas.

Elas eram extremamente populares durante a mania de saúde da antiga era vitoriana, usadas tanto por militares quanto por senhoras abastadas da mesma forma, e ainda apareceu como um evento de ginástica em 1904 e nas Olimpíadas de 1932. Ginásios foram construídos apenas para atender a grupos de exercício com clavas. Durante o final do século 19 e início do século 20 tornaram-se cada vez mais comuns, como uma ferramenta para treinamento, na Europa, na Comunidade Britânica e nos Estados Unidos. Sua popularidade diminuiu na Europa durante os anos 1920 e 1930 tornando-se mais popular como esporte organizado. Rotinas de exercícios arregimentadas, como aqueles que necessitam de clavas indianas, foram relegadas para os atletas profissionais e desde então treinos de Clubbell têm sido cada vez mais valorizados por atletas, que os usam para aumentar o desempenho atlético em esportes específicos, como artes marciais, esgrima, golfe, tênis, beisebol, ou para o desenvolvimento de habilidades especiais de coordenação.

Enquanto tochas e outros objetos têm sido usados ​​em malabarismo há séculos, a moderna clava de malabarismo foi inspirada na clava indiana, que foi utilizada pela primeira vez para fazer malabarismos por DeWitt Cook em 1800.

Os atuais entusiastas da aptidão física reviveram a popularidade das clavas indianas nos dias de hoje, citando suas vantagens de segurança sobre os regimes com pesos tradicionais.

QUAIS SÃO OS BENEFÍCIOS DA CLUBBELL?
A Clubbell favorece o desenvolvimento de braços, ombros, costas e peitoral, mas seu uso é particularmente profícuo para exercer a torção dos músculos abdominais.

Aqueles que usam esta ferramenta, na verdade, apresentam abdômen e parte inferior das costas incrivelmente fortes. Os exercícios envolvem todo o corpo e se desenvolve glúteos, isquiotibiais, quadríceps e panturrilhas poderosos graças ao impulso das pernas.

O Clubell treina a força rotacional e angular dos músculos das mãos, pulsos e antebraços e ombros.

A mão dos clubbells efetua uma extensão ligada a um centro de gravidade mais pesada, que se move em relação ao ponto fixo da mão, como um pêndulo que oscila. O estímulo e a força estão constantemente mudando de posição, distribuindo e exigindo força de tração em toda a amplitude do movimento, o que gera resistência e tensão sobre os músculos de diferentes ângulos.

Entre as características mais específicas da preparação física de alguns esportes, há uma necessidade de usar diferentes instrumentos, raquete, taco (de golfe, baseball ...), guidão (motociclismo, motocross, ciclismo), bastões e barras (ginástica artística, esqui aquático, esqui alpino), com prejuízo direto da força e resistência do aperto, para a melhor expressão de movimentos técnicos e performace geral.

O ombro é a articulação mais móvel no corpo humano e, por conseguinte, também menos estável. O Clubbell, com uma mudança contínua do centro de gravidade, aumenta a rigidez da estrutura do tendão, libertando das calcificações articulares adquiridas a partir do desgaste e alivia a tensão, que limita a mobilidade em todas as direções.

LEITURA PARA INICIANTES
Simple Indian Club Exercises by Staff Sergeant Moss é justamente o que o nome diz, um conjunto muito simples de exercícios com clavas que qualquer um pode fazer.

A maior parte dos antigos livros da época áurea do manejo de clavas indianas é difícel de ler e cheia de um número esmagador de exercícios. O livro de Moss é diferente na medida em que só tem doze exercícios básicos, tendo cada exercício algumas variações.

Como qualquer um dos antigos livros de manejo de clavas nem tudo está 100% claro. Por exemplo, todos os desenhos mostram as posições com o braço reto, no entanto é bastante provável que os braços tenham que ser dobrados em muitos dos exercícios. Apesar de tudo, os movimentos que Moss apresenta são uma adição de valor a qualquer repertório de swingers clubs, e vale a pena dar uma olhada no livro que serve como uma ótima introdução para alguns dos movimentos mais complicados dos exercícios clássicos, possibilitando aos iniciantes poderem progredir para uma série de técnicas avançadas e combinações usando uma ou duas clavas.

Download Simple_Indian_Club_Exercises-Moss.pdf

VÍDEOS

0 Comentários: