FACEBOOK
CONTATO
FEED
YOUTUBE
TWITTER
LINKEDIN
EnglishFrenchGermanSpainItalianRussian

Glaurung

Print Friendly and PDF


 



Glaurung é um personagem fictício das obras de J. R. R. Tolkien. Foi o primeiro dos dragões de Morgoth.

A primeira vez que foi visto pelos elfos foi no ano 256 da Primeira Era, na tentativa de Morgoth em romper o cerco que lhe era imposta pelos elfos. Nesta ocasião, ele (que ainda não havia chegado nem mesmo à metade de seu tamanho) destruiu os campos de Ard-Galen, sendo impedido por Fingon (filho de Fingolfin) que juntamente com alguns arqueiros montados cercou o lagarto que, ainda não tendo sua couraça totalmente formada, foi obrigado a fugir de volta a Angband.

Os elfos muito se alegraram devido a essa vitória, poucos foram os que notaram os reais perigos que essa nova criatura representava.

No ano de 455 da Primeira Era, na chamada Dagor Bragollach, Morgoth finalmente rompeu o cerco dos elfos. Em grande parte devido ao ataque feroz de Glaurung que estava plenamente desenvolvido.
Alguns anos depois, em 471, na Nirnaeth Arnoediad os anões liderados por Azaghâl e graças às suas resistentes armaduras e máscaras, resistiram aos ataques de Glaurung. Porém, após ser ferido por Azaghâl, Glaurung o matou e fugiu do campo de batalha.

Depois disso, Glaurung foi o responsável pela perseguição da ira de Morgoth contra Húrin e sua família. Ao enfeitiçar Nienor fez com que ela perdesse a memória e, ao encontrar seu irmão Túrin Turambar (que não havia conhecido em sua infância) não soubesse reconhecê-lo, acabando por tornar-se sua esposa.

Quando a caminho de Brethil, seguindo os passos de Túrin, Glaurung foi emboscado por ele, que sorrateiramente enterrou Gurthang, a Espada Negra, em seu abdômen. Assim morreu Glaurung, o pai dos Dragões.

No túmulo de Túrin está escrito: TÚRIN TURAMBAR DAGNIR GLAURUNGA, ou, TÚRIN TURAMBAR, A PERDIÇÃO DE GLAURUNG.

Sobre o Autor:
LORD KRONUS
LORD KRONUS

Admirador do Oculto e cinéfilo.
azerate666@hotmail.com
Confira mais textos deste autor clicando aqui

0 Comentários: