FACEBOOK
CONTATO
FEED
YOUTUBE
TWITTER
LINKEDIN
EnglishFrenchGermanSpainItalianRussian

O PODER CURATIVO E FORTIFICANTE DA MESTRUAÇÃO

Print Friendly and PDF


O poder por trás da mestruação
Frequentemente, as mulheres desdenham seu sangue menstrual, em vez de compreendê-lo como fonte de seu poder. O sangue contém o código genético, e porque a Deus... a Mãe é a fonte de todas as coisas, é d’Ela que provém o código. É no sangue que se oculta a história.

O sangue menstrual pode ser empregado para nutrir a vida vegetal, para marcar a Terra e deixá-la saber que a Deusa está novamente viva. Em geral, as mulheres não mais sangram sobre a Terra. Fazer isso constitui uma transferência direta da energia da Deusa. Quando as mulheres colocam seu sangue sobre a Terra, ela é alimentada.

Foi dito às mulheres, por eons, que seu sangue era uma maldição e elas passaram a temer o próprio sangue. Elas não compreendem que ele é sua fonte e seu poder.

Conforme vocês vão colocando de lado antigos tabus e trabalham com o sangue menstrual, verão que têm um efeito diferente sobre os animais e plantas da Biblioteca Viva. Mulheres: se vocês ainda menstruam, tornem-se sábias, honrando o próprio sangue e o próprio corpo.

Seu sangue constitui uma das mais elevadas fontes de fertilização e demarcação territorial que vocês podem utilizar. Compreender os mistérios do sangue é a chave para a conexão com a fonte do próprio poder e de um profundo conhecimento interior. Vocês podem marcar a terra onde vivem com seu sangue menstrual. Podem começar com os pontos cardeais: norte, sul, leste e oeste. Então, com o tempo, podem continuar a estampar a Terra, como um pintor dando pinceladas numa tela. Podem diluir o sangue com água, aumentando, assim, a quantidade. Podem abençoá-lo e usar cristais para manter a vibração. Esse processo é considerado como a demarcação do território da Deusa. Atrairá plantas e animais para que tenham uma nova vitalidade e sintam que são um com a Deusa.

Numa série de histórias humanas antigas, o sangue foi empregado para afastar o mal ou para estabelecer intenções. Ninguém ousaria tocar numa porta que fosse marcada com sangue menstrual - naquela porta ou naqueles que vivem por detrás dela -, porque compreendia-se que a Deusa reinava ali. Naqueles tempos antigos, a Deusa ainda era respeitada. Compreendia-se que, quando alguém brincava com a Deusa ou desobedecia a Ela, seu trabalho não era divino.

Ao construírem e desenvolverem novas comunidades, sugerimos que as mulheres de todas as idades se reúnam com a intenção de compreenderem o período menstrual e de compartilharem com os homens o poder e o conhecimento que possuem como chaves.

Explorem os mistérios do sangue como um processo natural da vida comunitária. O corpo feminino, com seus ciclos, cria a imagem da vida. É muito importante que as mulheres compreendam o poder. Pensem a respeito da dinâmica envolvida na gestação de uma criança. A mulher mantém uma força vital, que cria movimento e deseja nascer. Há um poder misterioso nisso. É tanto poder que a vibração masculina veio a temer o processo e a magia do nascimento. Porque o macho esqueceu como dar à luz no planeta através de seu corpo, sentiu-se ameaçado pelo poder da fêmea. Os homens precisam acostumar-se com o sangramento feminino e apóia-lo. Tempo virá em que vocês desejarão conhecer a própria linhagem e a responsabilidade de engravidar de maneira apropriada e no tempo certo, porque a vida tornar-se-á muito valiosa. A menstruação passará a ser uma parte muito importante da comunidade. À medida que as mulheres alcançam a compreensão através desse poder, a Deusa se galvaniza e retorna a todos vocês.

Se desejam uma horta fértil, a melhor horta da cidade, usem o seu sangue diluído com água. Essa horta florescerá. Vocês verificarão que o sangue pode acelerar o crescimento dos alimentos. Ele acelerará muitas e muitas coisas.

Não há erro na menstruação. É uma das maiores dádivas. É o elixir dos deuses.

Mulheres aborígenes recolhem seu sangue menstrual em bolsas e o empregam para curar feridas.

Há muitas coisas que as mulheres podem fazer com o próprio sangue.

Algumas mulheres não gostam da ideia de serem mulheres. Quando menstruam, acham desagradável, desconfortável, doloroso, uma experiência e período inconveniente. Os homens frequentemente não têm qualquer ideia do que acontece; assim, é complicado para eles também. Nos próximos dias, façam contato com a Deusa, abram o coração e descubram onde o sangramento pode leva-los e o que pode ensinar-lhes, pois no processo da menstruação repousam muitas chaves para o ressurgimento da Deusa no planeta. É preciso voltar a compartilhar o poder através da parceria.

Há muitos outros mistérios a serem revelados e reinterpretados. Alguns de vocês podem estar se perguntando por que estamos tratando deste assunto. Ele é muito importante. Se não estão interessados na energia da Deusa e nos mistérios do sangue, afirmamos que perderão uma parte integral da vida e não compreenderão o que está acontecendo no planeta. Se ele “desliga” vocês ou se acham que é irrelevante, estão completamente enganados. Este é um dos mais vigorosos ensinamentos que podemos lhes dar nesta época para ajudá-los a compreender o que está para vir. O que precisam, como homens e mulheres, é completa e totalmente honrar a vibração da Deusa que chega através de seus corações e ajuda a abri-los.

in "Terra - Chaves Pleidianas para a Biblioteca Viva", de Bárbara Marciniak.

0 Comentários: