FACEBOOK
CONTATO
FEED
YOUTUBE
TWITTER
LINKEDIN
EnglishFrenchGermanSpainItalianRussian

Machismo vs feminismo, a falsa dicotomia

Print Friendly and PDF


Feminismo é a busca por direitos iguais para as mulheres. Machismo é a dominação do homem sobre a mulher. Os dois termos não são, nunca serão, não podem ser análogos. É uma falsa simetria. É como reclamar de não haver um dia da Consciência Branca.

(Explicando rapidamente a diferença: uma camisa "100% branco" é de profundo mau-gosto, ao mostrar quem está por cima celebrando sua hegemonia. "100% negro", por outro lado, é a celebração de uma identidade subalterna tentando se afirmar contra todas as desvantagens inerentes no sistema.)

O machismo, por definição, é antimulher mas o feminismo não é, nunca foi, nunca será antihomem. O inimigo do feminismo não é você, homem de carne e osso lendo esse texto, mas a estrutura machista da nossa sociedade.

Outro dia, um amigo me disse: "O feminismo levado ao extremo é pior do que qualquer machismo". Mas quando é que o feminismo foi levado ao extremo?

Vocês já viram mulheres pregando discurso de ódio aos homens, dizendo que os homens não deveriam poder trabalhar, votar, assinar contrato? Nunca vi ninguém nem mesmo defender isso, quanto mais aplicar no mundo real.Por outro lado, o machismo, em todas as suas vertentes, é aplicado todo dia, no mundo inteiro, em bilhões de mulheres. E, pior, o machismo mata.

Também tem gente que diz: "Não sou machista nem feminista, sou humanista!" Mas os três termos não tem literalmente nada a ver um com o outro: o machismo é um sistema de dominação, o feminismo é uma luta política por direitos iguais e o humanismo é o sistema filosófico materialista que coloca a humanidade em primeiro lugar — em oposição a deus e à metafísica. Não é nem que são termos opostos ou coincidentes, mas se referem a áreas completamente distintas.Seria como dizer: "Não sou nem paulista nem canhoto, sou engenheiro!"

Portanto, falar que "as feministas são tão ruins quanto os machistas" só faz expor o machismo de quem fala.

A feminista mais radical não tem como ser pior do que o machista mais brando.

* * *

Leia esse texto completo:
Feminismo para homens, um curso rápido
papodehomem.com.br/feminismo

0 Comentários: