FACEBOOK
CONTATO
FEED
YOUTUBE
TWITTER
LINKEDIN
EnglishFrenchGermanSpainItalianRussian

O LIVRO DE SATAN

Print Friendly and PDF


image
(FOGO)

O LIVRO DE SATAN

A DIATRIBE INFERNAL
O primeiro livro da Bíblia Satânica não é uma tentativa de blasfemar tanto quanto é uma declaração do que poderia ser chamado de "indignação diabólica". O Diabo foi atacado implacavelmente pelos homens de Deus sem descanso. Nunca houve sequer uma oportunidade, um trecho de ficção, para que o Príncipe das Trevas responde-se à mesma altura aos porta-vozes do Senhor. Os homens do passado estavam livres para definir "bem" e "mal' da maneira que desejassem, e esmagavam alegremente - verbalmente e às vezes, fisicamente - qualquer um que discordá-se de suas mentiras. Suas ideias de perdão, compaixão e caridade, quando aplicadas à sua Majestade Infernal, se tornam um fingimento vazio - considerando também o fato óbvio que sem o seu satânico inimigo muitas religiões desmoronariam. Como é triste o quanto um personagem alegórico pode ser responsável pelo sucesso de religiões espirituais - e por esses que a maioria ora as regras de jogo justo, que nunca praticam! Durante todos os séculos o Diabo recebeu estas ofensas, ele nunca retrucou aos seus ofensores. Ele permaneceu o como um perfeito cavaleiro durante todo o tempo. Ele mostrou ser um modelo de bom comportamento, mas agora ele sente que é tempo para gritar e dar sua resposta. Ele decidiu que é finalmente hora de cobrar a sua dívida. Agora já não são necessários poderosos livros de regras de hipocrisia. Para reaprendermos a Lei da Selva, far-se-á uma pequena e esbelta diatribe. Cada verso é um inferno. Cada palavra é uma labareda de fogo. A chama do inferno queima feroz. . . e purifica!

Prossiga a leitura e aprenda a Lei.

O LIVRO DE SATAN

I

1. E nesta desolação de aço e pedras eu ergo minha voz para que vocês possam escutar. Para o Leste e para o Oeste eu faço minha evocação. Para o Norte e para o Sul eu faço um sinal proclamando: Morte aos fracos, riquezas para os fortes!

2. Abram seus olhos para que possam ver, Oh homens de mentes confusas, e escutem a mim todos os milhares de incertos!

3. Pois eu me ergo para desafiar a sabedoria do mundo; para interrogar as "leis" do homem e de "Deus"!

4. Eu peço a razão de sua regra de ouro e pergunto o porquê e os motivos de seus dez mandamentos.

5. Diante de nenhum de seus ídolos impressos eu me curvo em respeito, e aquele que uma vez disse "deverás" para mim é meu inimigo mortal!

6. Eu mergulho meu dedo no sangue aguado de seu impotente e louco salvador e escrevo sobre suas sombrancelhas dilaceradas por espinhos: O VERDADEIRO príncipe do mal – o rei dos escravos!

7. Nenhuma irmandade sagrada será verdadeira para mim; nenhum dogma inflexível conseguirá parar minha caneta!

8. Eu deixo para trás todas as normas que não levam ao meu sucesso e alegria terrena.

9. Eu me ergo impassível comandando a invasão da lei do mais forte!

10. Eu olho dentro dos olhos vítreos do seu terrível Jeová e o agarro pelas barbas; eu ergo um machado e então racho seu crânio devorado por vermes!

11. Eu me liberto do sepulcro formado por conteúdos doentes de filosofias vãs e gargalho com um sarcasmo cheio de ira.

II

1. Observem o crucifixo; o que ele simboliza? Pálida incompetência dependurada em uma árvore.

2. Eu questiono todas as coisas. Enquanto eu fico diante às facetas infestadas e gastas de seus maiores e mais preciosos dogmas morais, eu aqui escrevo em letras queimando com escárnio: Olhem e vejam; tudo isso é uma fraude!

3. Se juntem ao meu redor, Oh! vocês que não temem a morte, e a Terra será sua, para fazerem o que quiserem!

4. Por muito tempo foi permitido que mãos mortas esterelizassem o pensamento dos vivos!

5. Por muito tempo bem e mal, certo e errado, vêm sendo manipulados por falsos profetas!

6. Nenhum princípio deve ser aceito por causa de sua natureza "divina". Religiões devem ser questionadas. Nenhum dogma moral deve ser dado como certo – nenhum sistema de medidas endeusado. Não existe nada sagrado em códigos morais. Como os ídolos de tempos passados, eles são também o trabalho de mãos humanas, e o que o homem fez ele pode destruir!

7. Ele que demora a acreditar em qualquer coisa é que tudo compreende, pois acreditar em um princípio falso é o início de toda a ignorância.

8. A obrigação de toda nova era é criar novos homens para determinar sua própria liberdade, para utilizá-la para conseguir obter o sucesso material – para quebrar os cadeados e correntes enferrujados de costumes mortos que sempre previnem o aumento das riquezas. Teorias e ideias que podem ter significado vida e esperança e liberdade para nossos antepassados podem agora significar destruição, escravidão e desonra a nós!

9. Conforme o meio ambiente muda nenhum ideal humano permanece certo!

10. Sempre, então, que uma mentira construir para si mesma um trono, deixe que ela seja atacada sem perdão ou arrependimento, pois sob o domínio de uma irmandade inconveniente e hipócrita ninguém pode prosperar.

11. Deixe que sofismas estabelecidos sejam destronados para apodrecerem e serem queimados e destruídos pois eles são uma ameaça para toda a nobreza real de pensamento e ação!

12. Que qualquer "verdade" que por resultados seja provada não passar de ficções vazias seja atirada sem cerimônias ao grande vazio, junto com os deuses mortos, impérios mortos, filosofias mortas e outros lixos e escombros inúteis!

13. A mais perigosa de todas as mentiras entronadas é a sagrada, a santificada, a privilegiada – a mentira em que todos acreditam ser um modelo da verdade. Ela é a mãe fértil de todos os erros populares e todas as desilusões. É uma árvore que possui cabeças como uma hidra com mil raízes e repleta de ignorância. É um câncer social!

14. A mentira que é conhecida como mentira está quase erradicada, mas a mentira que é aceita como verdade e até as pessoas inteligentes aceitam como um fato – a mentira que foi imposta a uma criança que repousa nos joelhos de sua mãe – é mais perigosa do que uma pestilência virulenta!

15. Mentiras populares têm sido as maiores e mais potentes inimigas da liberdade pessoal. Só existe uma maneira de se lidar com elas: Cortá-las pela raiz, como é feito com qualquer câncer. Exterminar seus galhos e raízes. Aniquilá-las ou elas nos aniquilarão!

III

1. "Amem-se uns aos outros" foi dito ser a lei suprema, mas por qual poder? Sobre qual autoridade racional o amor gospel se apoia? Por que eu não deveria odiar meus inimigos – se eu "amá-los" não ficarei à sua mercê?

2. É natural que inimigos façam o bem um ao outro – e o que é o bem?

3. Pode a vítima rasgada e ensanguentada "amar" as mandíbulas sujas com seu próprio sangue que a destroça membro por membro?

4. Nós não somos todos animais predadores por instinto? Se os seres humanos desistissem completamente de lutar uns contra os outros, eles poderiam continuar a existir?

5. Não é "desejo e luxúria" um termo mais verdadeiro para descrever "amor" quando falamos em preservação da espécie? Será que o amor, descrito nas escrituras decadentes, não é simplesmente um eufenismo para o ato sexual, ou será que o "Grande Mestre" era um glorificador de eunucos?

6. Ame teus inimigos e faça o bem a eles, que te odeiam e te usam – não é esta a filosofia do covarde que rola e esconde a cabeça quando é chutado?

7. Odeie seus inimigos com todo o seu coração e se um homem lhe bater em uma das faces ESMURRE ele na outra!; acerte ele com força e sem piedade pois a auto preservação é a maior das leis!

8. Aquele que oferece a outra face é um cão covarde!

9. Pague um tapa com um tapa, escárnio com escárnio, destruição com destruição, acrescido de juros! Olho por olho, dente por dente, quatro vezes pior, cem vezes pior! Faça de você o Terror para seus adversários e quando ele partir vai Ter adquirido um novo tipo de sabedoria para ruminar a caminho de casa. Dessa forma você se tornará respeitado durante todas as fases de sua vida, e seu espírito – seu espírito imortal – viverá não em paraíso intangível, mas na mente e nos atos daqueles cujo respeito você conquistou.

IV

1. A vida é o grande prazer – a morte a grande abstinência. Assim sendo aproveite ao máximo a vida – AQUI E AGORA!

2. Não existe um paraíso de glorioso esplendor ou um inferno onde os pecadores queimam. Aqui e agora é o nosso tormento! Aqui e agora é o nosso momento de alegria! Aqui e agora é a nossa oportunidade! Escolha então este dia, esta hora, pois nenhum salvador viveu!

3. Diga para seu próprio coração "Eu sou meu próprio Salvador".

4. Impeça aqueles que querem seu mal. Deixe que aqueles que buscam o seu fracasso sejam lançados para a confusão e a infâmia. Deixe que eles fiquem desabrigados antes do ciclone e depois da queda deles sinta a alegria de sua própria salvação.

5. E então todos os seus ossos irão dizer com orgulho "Quem é como eu? Não fui mais forte que meus adversários? Eu não consegui a salvação através de meu corpo e mente?

V

1. Abençoados são os fortes, pois eles dominarão a Terra – Malditos são os fracos, pois eles herdarão as ruínas!

2. Abençoados são os poderosos, pois serão reverenciados entre os homens – Malditos são os inúteis, pois eles serão esquecidos!

3. Abençoados são os ousados, pois eles serão mestres do mundo – Malditos são os bondosamente humildes, pois eles serão esmagados pelos cascos dos conquistadores!

4. Abençoados são os vencedores, pois a vitória é a base dos direitos – Malditos são os vencidos, pois eles serão vassalos para sempre!

5. Abençoados são aqueles que possuem punho de ferro, pois os marginais fugirão da presença dele – Malditos são os pobres de espírito pois serão dignos apenas dos cuspes de seus inimigos!

6. Abençoados são aqueles que não temem a morte, pois seus dias serão longos na Terra – Malditos são aqueles que buscam uma vida de riquezas além da vida, pois eles perecerão com muitos outros!

7. Abençoados são os verdadeiros destruidores de falsas esperanças, pois eles são os verdadeiros messias – Malditos são os adoradores de deuses, pois eles nunca serão nada além de ovelhas!

8. Abençoados são os valentes, pois eles alcançarão os grandes tesouros – Malditos são aqueles que acreditam no bem e no mal, pois eles são aterrorizados por sombras!

9. Abençoados são aqueles que sabem o que é o melhor para eles, pois suas mentes nunca conhecerão o medo – Malditos são as "Ovelhas de Deus", pois elas sangrarão!

10. Abençoado é o homem que possui um sem número de inimigos, pois eles o tornarão um herói – Maldito é ele que faz o bem para aqueles que fazem pouco dele, pois ele será desprezado!

11. Abençoado são aqueles que possuem mentes poderosas, pois eles controlarão os tornados – Malditos são os que ensinam mentiras como verdades e verdades como mentiras, pois eles são uma abominação!

12. Três vezes malditos são os fracos cujas inseguranças os tornam vis, pois eles estão fadados à servidão e ao sofrimento!

13. O anjo do desapontamento está acampado nas almas dos "corretos" – A flama eterna do poder através da alegria vive na carne do Satanista!


A Bíblia Satânica - Anton Szandor LaVey - Traduzido por Morbitvs Vividvs.pdf

0 Comentários: