FACEBOOK
CONTATO
FEED
YOUTUBE
TWITTER
LINKEDIN
EnglishFrenchGermanSpainItalianRussian

Ritual de Banimento Satanista

Print Friendly and PDF


Satanismo e limpeza de ambiente:
É comum vermos Satanistas recusando-se a fazer rituais de banimento com a desculpa de que “não se deve banir as energias que você mesmo chamou”. Este é um erro grotesco, digno de principiantes.

Ocorre que, dentro do sistema mágicko utilizado no Satanismo, as energias que aderem no ambiente para atrapalhar o ritual, bem como as entidades presentes que podem vir a influenciar e atrapalhar o objetivo de um rito estão em outra polaridade. Ainda assim, o rito PODE e SERÁ influenciado de forma negativa se estes entes permanecerem presentes, o que torna um banimento totalmente indispensável.

O Satanista é obrigado a lidar então com outro problema. A esmagadora maioria dos banimentos (como por exemplo aquele divulgado na “Goétia – A chave menor de Salomão”, um dos trechos do Lemegeton) envolve a utilização de egrégoras demiurgicas ou energias que podem gerar um choque durante o trabalho com as energias densas invocadas/evocadas dentro dos sistemas diabólicos.

Fez-se necessário então a adaptação de um ritual de limpeza que se encaixasse dentro deste sistema, para que fosse condizente e coerente com a situação. Mas sem perder a sua funcionalidade.

O que é e para que serve um banimento?
Um ritual deste tipo não serve somente para limpar o ambiente e afastar entidades nocivas, mas também para equilibrar as energias do próprio magista. O “Ritual do Menor do Pentagrama” é o mais famoso dentre eles, por ser o mais completo. Tendo sido originado na Golden Dawn, teve sua ritualística adaptada para inúmeras outras crenças, incluindo o Caoísmo e também o Satanismo (como veremos adiante) sem perder a sua funcionalidade e lógica.

O Satanista pode valer-se de rituais mais simples, como os banimentos ligados aos elementos ou pura liberação energética para a mesma finalidade, no entanto estes são bem menos intensos, não afetando determinadas entidades mais poderosas e podendo exaurir o magista mais facilmente, ou até mesmo (no caso do banimento Elemental) desequilibrar as energias internas, caso não sejam contrabalanceadas após o rito.

Será passado aqui então um exemplo de ritual de banimento Satanista, com base na ritualística da GD, para limpeza de ambientes de forma mais intensa e para focalização do magista de forma mental/energética a ser realizado antes e após o trabalho principal do mesmo.


Ritual de Banimento Satânico
Pré-Requisitos:
Boa visualização e canalização de energia.

Itens necessários:
- Caso o magista deseje, pode se posicionar nos 4 pontos cardeais os elementos relacionados às energias que serão invocadas durante o ritual.

- Athame, Varinha, Espada, ou qualquer semelhante. Não possuindo nada disponível, apenas os dedos indicador e médio, unidos e esticados.

- É de grande auxílio traçar um círculo físico nas primeiras vezes que realizar o ritual, afim de não perder o foco neste círculo de proteção durante o banimento.


Ritual:
Estando em qualquer ponto, para qualquer direção, toque sua testa com a Adaga/Dedos e VIBRE (Entoando com vontade e firmeza, como um Mantra):
“Yadalbaoth!”

Toque a área sobre seus genitais e vibre:
“Aeshma-Taromat!”

Toque o ombro direito e vibre
“Do-Mar”

Toque o ombro esquerdo e vibre
“Dehak”

Cruze os braços sobre o peito e vibre “Andar!”

(Esta seria a “cruz cabalística” adaptada para os cultos Luciferianos Ahrimanicos. Ela invoca os poderes do Caos e das Serpentes Gêmeas de Azi Dahaka, ligadas à ascenção do poder pessoal/DG, entre outros simbolismos. Serve para equilibrar o magista e mantê-lo focado no rito).

Volte-se então para o OESTE e visualize uma chama azul escura ardente, com toda força de sua visualização. Vibre “Leviathan!”

Volte-se para o SUL, visualize uma intensa Chama Negra e vermelha. Vibre “Ha-Shatan!”

Volte-se ao LESTE, visualize uma intensa luz brilhante, o mais brilhante que imaginar, tomando a forma de uma sinuosa serpente. Vibre “Lúcifer-Samael!”

Finalmente volte-se ao NORTE e trace com a adaga/dedos um grande Pentagrama invertido, na cor negra. Vibre “Lilith!”

Abra seus braços, mantendo a visualização e sentindo as energias que vibram a seu redor.  Diga: “Me circulam os fogos de Leviathan e Ha-Shatan, e me cercam as essências de Lúcifer-Samael e Lilith. Eu anuncio meu Intento Sagrado como Deus em Carne, enquanto ascendo sobre os céus e sob a terra. Assim acima como abaixo!”

E está feito.


Por Azi Dahaka
13/01/2014
Ba Nam I Ahareman!

0 Comentários: