FACEBOOK
CONTATO
FEED
YOUTUBE
TWITTER
LINKEDIN
EnglishFrenchGermanSpainItalianRussian

Paradigmal Pirate — Seção II

Print Friendly and PDF


image
SEÇÃO 2

GNOSIS


      Há três tipos distintos de gnosis que o mago deve dominar. Esta é, geralmente, classificada como inibitória, excitatória e química. O primeiro tipo, gnosis inibitória, é considerado o mais moroso e difícil de obter e manter. A IOT espera proficiência neste tipo de gnosis pois é requerido disciplina e foco. A gnosis inibitória também tem a vantagem adicional de demonstrar o estado de não-mente semelhante ao qual o mago irá regressar durante a realização de outros tipos estados gnósticos.

      A gnosis excitatória normalmente leva menos tempo, mas requer uma grande dose de esforço físico ou carga emocional. A costumeira divagação da mente em curto-circuito chicoteando o corpo, mente, emoções ou qualquer combinação destes, em um frenesi. A principal desvantagem desse tipo de gnosis excitatória é que o corpo-mente constrói uma tolerância para cada forma de gnosis excitatória se o mago as utiliza com frequência. A única maneira de contornar isto é NUNCA recorrer a apenas um tipo de gnosis repetidamente, por qualquer razão, e mudar o seu método preferido de gnosis tão frequentemente quanto seja possível.

      A gnosis química é de longe o tipo mais fácil de alcançar. No entanto, a desvantagem do uso de drogas para indução de estados alterados de consciência é que há, com frequência, uma distinta falta de foco ou controle. Estar alto (alterado) é algo maravilhoso, mas se você não executar qualquer tipo de magia(k) enquanto isto, você não é nada mais do que um drogado com delírios de ser mago. É importante alcançar similares estados de consciência com todos os três tipos de gnosis. O objetivo do Neófito deve ser o mais puro estado possível de não-mente durante o trabalho ritualístico, independentemente do tipo de gnosis utilizado para alcançar este estado.

      O mago deve dominar tantas formas de gnosis quanto possível e explorar aquilo que geralmente lhe seria estranho e não habitual. Manter anotações detalhadas dos registros de tudo o que você observar a partir de um estado de pós-gnosis é crucial. Cada estado de gnosis pode ser dominado em qualquer ordem, e a lista abaixo é arbitrária. Salvo, especificação em contrário, cada seção deve levar uma semana para ser concluída, ou o mago deve experimentar cada variedade listada por uma semana para obter conhecimento aprofundado sobre cada tipo de gnosis. A seguir, estão exemplos de gnosis que o Neófito pode desejar utilizar; ele pode também procurar conhecer outras variedades de gnosis substitutivas para as listadas abaixo.

FORMAS DE GNOSIS INIBITÓRIA

INSÔNIA

      Uma das melhores maneiras de retirar os antolhos diariamente colocados em nós pelo censor psíquico é sobrecarregar sua capacidade de filtragem e edição das informações que entram em nosso sistema. Embora a insônia seja certamente a mais demorada das técnicas gnósticas (durando até três ou quatro dias), pode ser também a mais produtiva. Eu recomendo executá-la quando tiver uma semana de folga, a fim de evitar quaisquer implicações negativas decorrentes da falta de atenção no trabalho.

      Interessantemente, esta forma de gnosis irá ocorrer quando você estiver no ponto em que deveria estar no sono mais profundo. Os estudos sobre a privação de sono têm demonstrado que o nosso cérebro continua a funcionar normalmente durante as horas do dia que costumamos estar acordados. É somente a partir segunda ou terceira noite de insônia que estados alterados de consciência ocorrerão. Quatro noites de insônia sequencialmente é tudo o que eu recomendo; indo além deste ponto sua mente corre o risco de ser lesionada. Planeje qualquer operação mágicka para ocorrer entre as três e cinco horas da madrugada, se você mantem uma rotina "normal". Caso contrário, planeje as operações para o período entre as últimas cinco e sete horas em que você habitualmente estaria dormindo.

      Sinais de sucesso com a privação de sono incluem, mas não limitando-se a estes, a observação dos seguintes fenômenos:

∞ distorção dos objetos físicos e sombras;

∞ questões divinatórias sendo respondidas por vozes incorpóreas;

∞ uma rápida multiplicação de observações de sincronicidades, déjà vu;

∞ distorção de temporal.

JEJUM

      O corpo-mente humano pode sobreviver de seis a oito semanas apenas com água. No entanto, o estado gnóstico de jejum pode ser obtido, geralmente, a partir de uma a duas semanas, período em que o mago subsiste integralmente apenas com água. Duas semanas sem água te matarão, portanto você precisa ingerir água constantemente durante o jejum — são necessários oito copos por dia. Assim você obterá um estado de gnosis, e evitará qualquer risco de morte.

      Eu descobri que há boas ideias para facilitar o jejum. O mago pode trocar as refeições regulares por apenas água e algo leve, como um par de fatias de pão com manteiga por alguns dias antes do jejum de fato. Tomar multivitaminas juntamente com a água reduz o risco de doenças, mas não afeta a sensação de jejum. Permanecendo limpo e focado, você poderá ainda administrar tarefas como ir ao trabalho, mas as atividades extra-curriculares devem ser reduzidas a apenas as operações mágickas. Seu nível de energia cairá tremendamente ao executar este exercício, por isso não sobrecarregue-se com outras atividades — desmaiar momentaneamente é um risco inerente. O período para realizar rituais mágickos, enquanto neste estado de gnosis, começa quando a dolência do jejum tornar-se uma maçante dor contínua. Como esta persiste latejante, impulsionada pela necessidade de alimentação, você facilmente entrará no estado de não-mente durante qualquer operação mágicka que tente executar. Isto se deve ao foco total de seu corpo estar atrelado à necessidade de alimentar-se, desviando todos os outros triviais pensamentos do cérebro e tornando o foco em um único ponto de consciência mais fácil.

      Há uma tendência para a hostilidade ao tentar tal forma de gnosis e alguns notarão que é um momento perfeito para amaldiçoar as pessoas. Você pode querer partir para cima de uma pequena lista de alvos e criar sigilos destrutivos neste período. Contudo, inexiste razão para não executar trabalhos positivos ou simplesmente observar os efeitos colaterais e o subproduto que acompanham esta forma de gnosis.

PRIVAÇÃO SENSORIAL

      Câmaras de isolamento são difíceis de encontrar hoje em dia. Assim, o mago deve recorrer a vários truques para colocar-se em completa privação dos sentidos. Há duas maneiras de fazer isso: sobrecarga e solidão.

      No primeiro, o mago perde todas as funções cognitivas bombardeando todos os sentidos simultaneamente, até que seja impossível confiar em qualquer sentido para manter sua postura. O melhor método de bombardeio que encontrei é a sobrecarga da visão, audição e olfato. É barato e pode ser feito facilmente com um aparelho de som, uma lâmpada estroboscópica e um pouco de incenso rançoso (Assafétida ou um composto de enxofre). Se possível, use um quarto sem qualquer mobília e/ou decoração.

      O mago deve saturar a sala com o incenso, encontrar uma faixa de rádio com apenas ruído estático e acender a lâmpada estroboscópica. A sobrecarga a partir dos três estímulos pode produzir desorientação enquanto se permanece com os olhos abertos. Mantenha-os abertos; a ideia é entrar no estado de gnosis via transcendimento da dependência de seus órgãos responsáveis pela visão, olfato e audição. Esta forma de gnosis funciona melhor se for inesperada — como durante uma iniciação — ou se for um choque para o sistema. Todavia, ela pode ser executada voluntariamente, encontrando o limite de seu equilíbrio e, em seguida, o esmagando.

      Existe o risco de vomitar e cair se você não estiver preparado para este tipo de gnosis, sendo assim inicie em uma postura sentada. O mago pode carregar um sigilo, se precisar, através de intensa concentração, apesar da distorção da imagem visual. No entanto, só é necessário observar o ponto em que esta forma de gnosis ocorre e seus efeitos colaterais.

      A solidão é outro método para alcançar a privação total. O mago deve adquirir antolhos e tampões (de preferência industriais). Encha uma banheira com água até o ponto em que você pode submergir-se por completo, exceto pelo nariz, e, em seguida, entre nela. Note que esta técnica sobrecarrega o sentido do tato, enquanto corta a visão e audição. Esta metodologia funciona melhor para as atividades de transe visionário.

      O mago também pode querer experimentar a combinação das duas técnicas. Sature o banheiro com o mau cheiro do incenso. Ligue a lâmpada estroboscópica e o rádio no ruído estático, submerja na banheira, e siga o procedimento anterior.

FORMAS DE GNOSIS EXCITATÓRIA

SEXO

      Simples orgasmo não é suficiente para atingir um estado alterado de consciência. O Neófito deve praticar técnicas de karezza, se for homem, ou uma sobrecarga de orgasmos múltiplos, se for mulher. Além disto, a gnosis excitatória também pode ser gerada através de severos atos de blasfêmia sexual pela violação de tabus. Esses tabus se baseiam inteiramente em sua preferência sexual, e cada indivíduo deve enumerar uma lista de coisas "desagradáveis" que ele ou ela NÃO FARIA. Estes são, costumeiramente, atos perfeitos para engatilhar orgasmos de corpo-inteiro que devem empurrá-lo para um estado de consciência alterada.

      Há muitas obras existentes sobre sexo e magia(k), por isso não há necessidade de entrar em detalhes aqui. Descubra o que funciona melhor para você. Além de obras que lidam específicamente com sexo e magia(k), há também guias úteis para o comportamento sexual aberrante: Anal Pleasure & Health, The Ultimate Guide to Strap on Sex, ou A Hand in the Bush: The Fine Art of Vaginal Fisting, para citar algumas. Estas obras são importantes pois elas mantém o foco na obtenção do prazer a partir dessas atividades (prazer que o empurrará para o estado de gnosis), específicamente, sem prejudicá-lo fisicamente durante tais atividades.

      Manter ou aprofundar um estado orgástico depende do domínio das várias atividades com as quais deparou-se quando Noviço. A primeira delas é o controle da respiração. Prolongar e aprofundar a respiração antes do orgasmo aumentará sua intensidade quando este ocorrer. A combinação do ato tabu com alguma forma de karezza será, geralmente, suficiente para impulsionar o praticante através do ápice. O mago deve também considerar engajar-se em alguma escola de atividade tântrica. Não importa o quão "fofas" estas podem parecer do lado de fora, elas estão lidando com o sexo e a prática sexual. Os resultados da experimentação com uma dessas escolas pode ser, na maioria dos casos, surpreendentemente intensa.

RAIVA

      Este método para alcançar gnosis é bem conhecido e é geralmente o primeiro tipo de consciência unifocalizada com o qual a maioria das pessoas se depara. A experiência (muitas vezes descrita como "vendo vermelho"), após um exame mais detalhado, prontamente identifica-se como um estado de gnosis. O indivíduo "vendo vermelho" tem todos os sintomas clássicos de alguém em um estado de gnosis: Visão de túnel, distorções de tempo, lapsos na memória e posterior sensação de exaustão. O Neófito deve dominar este estado, pois é ideal para a gnosis excitatória.

      Raiva pode ser desencadeada de várias maneiras mas, de um modo geral, estas são inteiramente individualistas. A melhor maneira de fazer isso é lembrar, repetidamente, de ofensas passadas que sejam suficientes para, no momento, induzir a tal estado. Algumas pessoas têm de ir bem longe para buscar tais memórias, todavia, normalmente, há casos suficientes de humilhação, frustração e hostilidade para formar uma carga sólida de lembranças na vida de alguém, durante e após a infância.

      Pode ser divertido ter coisas simbólicas para destruir como parte de um ritual, enquanto encontra-se neste estado. Pode ser que você não deseje finalizar nada no dia seguinte ao efetuar este tipo de gnosis. Fique longe de crianças ou animais de estimação.

PÂNICO

      Além de seu uso em rituais, há dois benefícios adicionais da dominação do medo (que torna-se o estado gnóstico de pânico). O primeiro é a capacidade de resistir ao sentimento de medo quando você necessitar e, o segundo, a capacidade de orquestrar a atmosfera adequada para criar pânico nos outros. A melhor maneira de induzir pânico é colocar-se em uma posição em que você deve confrontar seu medo do desconhecido (que é a raiz da gnosis do medo).

      Esta gnosis é proveniente da reação de "luta ou fuga". Especificamente, é o instinto que nos impele a fugir do predador hostil. Na natureza, os predadores são, frequentemente, sentidos antes de serem visto, e quando um animal sente uma presença desconhecida a reação de "luta ou fuga" ocorre. Esta resposta primordial é também a raiz da gnosis da raiva, pois ambas são baseadas em adrenalina.

      O melhor momento para induzir este estado é quando se está sozinho no escuro, tarde da noite ou nas primeiras horas da manhã. Como o censor psíquico está desgastado, o reino arrepiante do desconhecido e as fronteiras do mundo aceito como verdadeiro iniciam o embate. O medo do que os outros podem fazer contra você, frequentemente, causa pânico, mas isso geralmente funciona apenas com estranhos, e é improvável que eles assistam-no voluntariamente.

      Por outro lado, quando foca-se no que estranhos ou semi-estranhos poderiam fazer contra você em termos , em uma iniciação, esta técnica é uma boa maneira de causar pânico. No entanto, há um risco de trauma emocional grave e formação de cicatrizes, por isso não é recomendada.

      Em iniciações deve-se ter algum risco, mas nunca devem resultar em danos mentais permanentes.

DOR

      A auto-flagelação pode impulsionar rapidamente um estado de gnosis, ou levar um longo tempo se você é um masoquista experiente ou possui uma alta tolerância à dor. Aqueles que usam exercícios dolorosos para fins prazerosos devem ignorar esse tipo de gnosis, pois você pode ferir-se seriamente na tentativa de entrar nesse estado alterado de consciência.

      Piercings são excelentes ferramentas para induzir à gnosis pela dor. Mais uma vez há risco de lesão se você já participa deste tipo de atividade. Pessoas tendem a construir tolerância à dor, por isso facilita a realização desta gnosis se a dor for chocante ou inesperada. Você pode querer recorrer a ajuda de alguém, pois outras pessoas podem prontamente açoitá-lo com um ritmo irregular que irá mantê-lo tentando adivinhar quando o próximo golpe o atingirá. É recomendado que você utilize um sádico experiente, pois você não quer ser lesionado devido à incompetência de alguém.

      Existem métodos mais simples para entrar em um estado de gnosis, através da dor, por conta própria, envolvendo apenas uma pequena agulha de costura e um pouco de conhecimento sobre anatomia. Os jesuítas ensinaram-me este truque; chamado de "estigmas" (o sangramento espontâneo dos tornozelos, punhos e tórax, experimentado pelos extremamente religiosos, imitando a crucificação de um rebelde judeu), que era usado para formar um vínculo/link com Cristo. O Estigma é feito localizando o nervo mediano entre a mão e o pulso. O mago introduz uma agulha nesta localização. A dor será instantânea e avassaladora. Este nervo é responsável pela maravilhosa destreza e mobilidade do polegar humano. Durante uma crucificação real, este nervo é cortado.

DANÇA

      Este método também pode ser chamado de "gnosis da exaustão". Ele envolve o mago em um movimento contínuo até que um transe gnóstico ocorra. A gnosis da dança é, particularmente, útil para visões e operações divinatórias, ou pelo menos esta é a origem de seu uso. No entanto, é evidente que ela pode ser usada em qualquer tipo de atividade mágicka. O esforço para manter o movimento contínuo, eventualmente, força a mente a focar em um único ponto de concentração, os movimentos tornam-se automáticos e há uma sensação de dissociação da mente. É neste momento que o mago realiza rituais, queima sigilos e executa vários outros atos mágickos.

      Esta também é uma ótima forma de "magia(k) aberta". Você pode fazê-la em um clube cheio de pessoais, com dezenas a assistir, e ninguém perceberá. É preciso muito mais do que se poderia pensar, apesar de que, inicialmente pode ser alcançada rapidamente (se você nunca tentou isso antes). O tempo médio para alcançar a gnosis varia de 15 a 40 minutos de dança contínua. Você também pode obter este tipo de gnosis marchando na água por um longo período de tempo.

Batucada

As atividades física e auditiva de bater tambores se fundem para levar o mago a um estado alterado de consciência. Isso leva um longo período de tempo. No entanto, tem o benefício de ser uma das formas mais fáceis de gnosis a se manter. Basta continuar a batida.

Tanto a dança quanto a percussão produzem a clássica "euforia do corredor" ("runner's high") que afeta corredores de maratona. Isto é justamente o que você está procurando, juntamente com uma dissociação entre o corpo e a mente.

Certos ritmos de tambor são conhecidos por propiciar determinados estados emocionais, dependendo também do tom. Há alguns estilos de percussão que, aparentemente, podem causar excitação sexual ou intensa sensação de raiva. Um extenso trabalho com percussão provavelmente revelará esses padrões, mas a preocupação primária do mago deve ser entrar num estado de gnose através desta atividade física.

A batida de tambores funciona bem com o transe visionário (em termos de adivinhação), assim como com a invocação de várias formas divinas que estão associados com a "trovoada" e pode ser utilizada muito bem em rituais grupais.

Cânticos / Glossolalia


O processo de repetir uma frase simples ou um conjunto aleatório de sílabas por um longo período de tempo também irá produzir a consciência unifocalizada. Enquanto cânticos podem ser conduzidos de forma moderada durante uma sessão de meditação, eles funcionam melhor quando prolonga-se seu tempo e ritmo até que o ápice seja atingido e o mago alcance um estado de gnosis.

A glossolalia funciona de forma semelhante, mas não há um conjunto-fórmula a se seguir. O mago entoa letras, sons ou números, deixando de lado o controle mental através de uma nonsense avalanche verbal. Como o mago opera em ritmo cada vez mais intenso, não haverá a sensação de deslocamento que prossegue o início da gnosis.

O canto em si utilizado neste exercício pode ser um desejo sigilizado sintetizado em uma forma mântrica. O mesmo desejo também pode ser habilitado via glossolalia.

A glossolalia, às vezes, dá lugar a um discurso organizado desconhecido pelo praticante. Se registrado e reconhecido por alguém que conhece a língua, pode ser traduzido em uma data posterior.

Esta prática tem sido conhecida por produzir insights proféticos.

Formas químicas de Gnosis

É necessário mencionar diversas substâncias nesta seção que atualmente podem ser ilegais. O autor sob nenhuma circunstância recomenda que o praticante quebre leis vigentes em seu país. A obtenção de substâncias ilícitas, a sua posse e venda podem resultar em prisão e longa detenção em alguns países.

O abuso público de algumas substâncias químicas legais também pode resultar em punição similar. No entanto, excluir esta seção seria negar que existem estados quimicamente alterados de consciência que podem ser obtidos através do uso destas substâncias.

O perito na arte reconhece também que existe uma diferença entre o uso e abuso de substâncias químicas. O primeiro é um estado em que você está no controle, este último um estado em que você se rende ao vício.

Na visão do autor, "vício" não é uma "doença" ou uma "tragédia", é uma falha pessoal que pode ser corrigida através da aplicação da Vontade.

A dependência química (vício) de qualquer das substâncias enumeradas abaixo é considerada um fator desqualificador de um aspirante ao terceiro grau. A IOT deseja indivíduos pró-ativos e no controle de sua própria Vontade.

Depressores, barbitúricos e álcool

O tipo de coisa que só bate em bobos. Mas na opinião da sociedade alguns são aceitáveis. Se usados corretamente podem resultar em alguns estados interessantes que prestam-se à interpretação divinatória.

O principal risco de "infortúnio" está em asfixiar-se em seu próprio vômito.

Depressores são tóxicos para o seu corpo e em excesso eles irão, eventualmente, causar a falha de vários órgãos.

Alucinógenos

Desde o início dos tempos magos, xamãs e feiticeiros têm utilizado substâncias que causam alucinações, a fim de alcançar visões e interagir com as forças divinas. Com o advento da química moderna, houve a criação de drogas sintéticas que causam efeitos semelhantes e / ou superiores.

O estado alterado provocado por tais substâncias causará distorção de objetos, tempo e espaço, e anulará a capacidade de formar um pensamento focalizado. Elas também têm sido conhecidas por aumentar os estímulos sensoriais, e a partir de visões e sons proporcionar estimulação sexual. Todavia pode ser difícil se ater a um programa previamente combinado enquanto se está sob a influência de qualquer droga. Contudo o mago deve estar preparado para fazer rituais, enquanto a maioria das pessoas estaria completamente inoperante.

Operações visionárias, guiadas por um ou mais praticantes não influenciados, são a forma mais eficaz de magia(k) a ser realizada sob a influência de alucinógenos, embora o mago, caso seja capaz de se concentrar pelo menos parcialmente, possa tentar qualquer tipo de atividade mágicka.

Estimulantes, ou até mesmo grandes quantidades de cafeína

Em uma sociedade produtiva, este tipo de droga é, geralmente, não só legal, mas vigorosamente comercializado. É preciso muito café, no entanto, para atingir um estado de gnosis, mas isso pode ser feito. Não tente esta forma de gnosis se você tiver alguma doença cardíaca.

O foco sob a influência de estimulantes é intenso, o oposto de quando se está sob a influência de alucinógenos.

Uma intensa estimulação mental pode facilmente transformar-se em consciência unifocalizada.

Se utilizadas corretamente, essas substâncias podem aumentar ou acelerar estados de gnosis excitatória que não envolvam exaustão.

0 Comentários: