FACEBOOK
CONTATO
FEED
YOUTUBE
TWITTER
LINKEDIN
EnglishFrenchGermanSpainItalianRussian

SILÊNCIOS NÃO SÃO MAIS TÃO INOCENTES

Print Friendly and PDF


 
O tigre perde o sonho e a esperança,
o ninho se esfarela neste claro,
como uma barragem destruída
o avanço dá espaço para o golpe,

A astúcia de ser bom padece um pouco,
o tigre e o escuro dão o mote,
canalhas urubus vem a galope
cobrar pedaços bons de nossa carne

Sou fraco e desafio o vento forte,
na tempestade do euro fazem fúrias,
a humilhar justiças com infâmias,
e o tigre ruge e faz no ser recortes.

Levanto a direita para o acerto,
protejo com a esquerda o que me atinge,
a fala me desanda e fere as normas,
silêncios não são mais tão inocentes,

e alma do poeta perde a forma

0 Comentários: