FACEBOOK
CONTATO
FEED
YOUTUBE
TWITTER
LINKEDIN
EnglishFrenchGermanSpainItalianRussian

DESAPONTO A PONTO por natanael gomes de alencar

Print Friendly and PDF



Você diz que me viu naquela ocasião
e eu digo que não,
usando de meu direito
de dizer que naquela ocasião
eu navegava em outros mundos

de Boécio, e o valor do Tempo
era o de sempre
dentro de um infinito qualquer

Você se desapontou quando

pensa que me viu
a ponto de

acender os pavios de minha fraqueza
e as velas de meus navios antigos
e eu digo que se assim o fiz
foi por ser um pirata incendiário
no mar que sou
de um tempo simultâneo

onde morro e vivo curtos espaços
como os nós das tábuas escuras

0 Comentários: