Criacionismo, O Canto da Sereia

Print Friendly and PDF


Jacques Monod, no livro "O Acaso e a Necessidade", afirma que realmente é mais difícil acreditar no evolucionismo do que na criação. Isto é claro, pois no caso da criação resta apenas um mistério e assim fica tudo tranquilo para algumas pessoas. Mas para outras não, por que se a resposta é examinada mais profundamente a coisa fica mais complexa ainda: O que diabos seria Deus? Como esta coisa surgiu?

Já no caso da evolução, apenas a ilusão do projeto tem que ser quebrada. Já pensou nisto: é apenas questão de se ter consciência de uma ilusão. O que você chama de absurdo na evolução é apenas "o fato da realidade ser mais inacreditável do que a ilusão cativante do grande projetista inteligente".

Pense nisto: não se deixa de ver poças d'água no asfalto quente só porque você convenceu a sua mente de que aquilo é apenas um efeito da refração da luz (devido à diferença de temperatura do ar perto do asfalto em relação ao que está mais acima). A ilusão não some só porque você sabe que não existe nenhuma água na superfície do asfalto. Com a ilusão de projeto é a mesma coisa e, infelizmente, Darwin não é milagroso.
Conhecer a teoria da evolução não vai te acalmar, pois a ilusão de projeto vai te confundir quando você estiver sedento por explicações reconfortantes. Olhe agora para as suas mãos e verá.
Você olha para a sua mão e vê tendões, músculos e ossos. É difícil acreditar que não existe projeto? Mas alguns conseguem visualizar a evolução da mesma forma que conseguem imaginar os raios de luz sendo refratado nas camadas de ar e, melhor ainda, diferentemente da luz propagando entre as moléculas, eles conhecem profundamente o mecanismo envolvido. Não é questão de fé, é apenas questão de conhecimento.
Não consigo ver as mãos humanas e as dos macacos e acreditar que alguém possa descartar a possibilidade de evolução a partir de um mesmo ancestral sem que possua um argumento extremamente poderoso e uma teoria decente para contrapor. Se alguém tiver algo melhor que a evolução que apresente, desde que não seja uma teoria que implique em se criar um outro mistério mais profundo.
Para terminar um pensamento:
"A antiga aliança rompeu-se. O homem sabe, finalmente, que está só na imensidão indiferente do universo, donde emergiu por acaso. Nem o seu destino nem o seu dever estão escritos em parte alguma. A ele cabe escolher entre o Reino (transcendente das idéias, do conhecimento, da criação) e as trevas."

Fonte: http://cupimbarata.blogspot.com/

2 Comentários:

Augusto Branco disse... 28 de outubro de 2011 10:12

Chegou o livro mais polêmico e revelador dos últimos tempos!
= O POMO DE OURO =
Sinopse: Henrique foi instruído nos mistérios da Maçonaria desde criança e tornou-se um bom Mestre Maçom. Entretanto, por ocasião dos atentados ao World Trade Center, no dia 11 de setembro de 2001, Henrique descobriu coisas tão perturbadoras que fizeram ele se afastar da Maçonaria e isolar-se do mundo, até que sua amiga Eva Cristina foi procurá-lo para ajudá-la a decifrar um código que o pai dela havia deixado numa carta antes de falecer em suas explorações arqueológicas. A partir daí, Henrique se vê obrigado a usar de seus conhecimentos secretos da Maçonaria para ajudar Eva a encontrar e devolver a quem de direito um objeto do qual depende o futuro da humanidade: o pomo de ouro.

Com uma narrativa dinâmica e envolvente para uma trama repleta de mistério, aventura e reviravoltas, o leitor é apresentado a uma série de contradições envolvendo os atentados de 11 de setembro, se torna conhecedor das mentiras da Igreja Católica e dos mais finos mistérios da Maçonaria, além da interpretação contundente de um conjunto de profecias que parece estar se concretizando a todo o momento em nosso tempo.

Realidade ou ficção? O Pomo de Ouro é a leitura mais intrigante, misteriosa e polêmica dos últimos tempos. Um livro único e imperdível!

LEIA 20 CAPÍTULOS DO LIVRO GRATUITAMENTE NO BLOG:
http://opomodeouro1.blogspot.com/

cmca disse... 18 de dezembro de 2011 15:49

Tenho um bom livro Tbm..

A teoria da evolução de Darwin é em geral aceita pelos cientistas. Contudo, desde que Watson e Crick abriram o campo da bioquímica, a ciência vem vivendo um clima de frustração, tentando conciliar as descobertas espantosas deste campo moderno com uma teoria do século XX que não pode explicá-las. Com a publicação de "A caixa preta de Darwin", é tempo de os cientistas se permitirem examinar novas e extraordinárias possibilidades, e de ficarmos de sobreaviso com o que vão descobrir.
Editora: Jorge Zahar
Autor: MICHAEL J. BEHE
ISBN: 8571104123